Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




para quem tiver dúvidas

por M.J., em 31.07.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:52

dizer que gosto muito de vocemecês, que iluminam os meus dias, que a tasca não seria nada sem os vossos olhares, e que amanhã estou de férias.

 

e isso, meus senhores, merece ser aplaudido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por M.J., em 30.07.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:51

caros senhores polícias,

por M.J., em 30.07.14

como devem saber, neste país, não há maus da fita. v. exas devem por isso sacar da farda, limpinha, todas as manhãs e dar-lhe uso ao sol, passeando pelas ruas. imponham a vossa presença pelo ar forte de quem veste calça, camisa e casaco.

nada mais.

não vos apoquentais se por acaso virdes uns senhores em fuga de um assalto e que se aproximam de um recreio de crianças. esses senhores, que enfim, não têm culpa de ser ladrões e que, por uma anormalidade, levem um filho ao lado, que vocês na verdade nem vêem, são pessoas inocentes, calmas e tranquilas, com dignidade humana e que precisam de trabalhar. 

ficai quietos, assobiai ao vento que passa. podeis mesmo pôr as mãos nos bolsos para não haver dúvidas.

sobretudo, senhores policias, não saqueis da arma.

não. nunca. o senhor que foge e se aproxima do recreio cheio de crianças, pode ser um cidadão integro, com um filho lá dentro. vós tendes de adivinhar isso. e como vós não sóis videntes, o melhor é ficardes quietos, que nunca se sabe. vós podeis cair no erro, na grande e absurda coisa de querer parar o senhor, de atirar para o carro. e consequentemente vós podeis magoar o cão, o neto, o filho que ele, vá-se lá entender porquê, leva lá e vós não sabeis. 

ficai queitos. deus nosso senhor que o pare. e se não parar, as criancinhas do recreio que não sejam parvas e se enfiem dentro das salas, que os recreios são sitios do mal. 

o melhor, em verdade vos digo, é vossemecês não verem nada. não sentirem nada. passeai na rua e passai multas de transito, se possível. castigai esses maus, esse bandidos que estacionam em segunda fila, que falam ao telemóvel e que vão a mais de vinte do legalmente permitido. mas só, claro, se esses senhores não tiverem uma arma e não acabarem de vir de um assalto. perguntais-lhe primeiro: vossemecê acabou de assaltar, vai em direcção a um recreio e leva uma criança? posso coimá-lo? não? então prossiga cidadão, e um muito bom dia. 

é que vós não quereis ter de pagar uma indemnização ao cidadão que assalta, caso a vossa tentativa de o parar corra mal e o azar leve a bala até ao filho que o mau da fita (que não é mau, mas por acaso tinha uma arma pendurada na mão) ali levava.

nunca será ele o responsável, mas vós. 

segui, por isso, à vossa vida.

e aprendei: em portugal, não há maus.

há cidadãos íntegros, que assaltam e levam no banco do carro o filho, no ensinamento do oficio. porque toda a gente tem direito a aprender uma profissão. 

 

filha da putice. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:33

isto é qualquer coisa

por M.J., em 30.07.14


(bom dia)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:55

...

por M.J., em 29.07.14

quando tinha doze anos ganhei um walkman cor de rosa, na escola, por ter sido a aluna que mais livros tinha requisitado da biblioteca. garanto aqui que não só requisitei como os li todos. no refugio que as letras me davam e dão.

todinhos.

o walkman era uma coisa nova. comprei-lhe pilhas na loja da sãozita ao pé da igreja e tudo, orgulhosa. mas não tinha cassetes para lhe pôr.

assaltei por isso o carro do papá. havia uma cassete da ágata. em glória com a descoberta pu-la no walkman e durante um mês, mais dia menos dia, ouvi-a ininterruptamente. no autocarro, a ler, quando ia às compras, quando ia para algum lado, antes de dormir.

é por isso, meus senhores, que sei de cor o "abandonada", "sou mãe solteira", "por isso sai" entre outras, que agora não me lembra o nome.

e a noticia do término da sua carreira musical dói-me muito, mesmo.

quase tanto como quando o walkman deu o pifo.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:18

...

por M.J., em 29.07.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:11

queria muito ser sensivel

por M.J., em 29.07.14

mas quando ouço falar de bombardeamentos na faixa de gaza não consigo outra coisa senão encolher os ombros.

 

aquela gente parece-me andar aos tiros uns aos outros desde que nasci...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:50

...

por M.J., em 29.07.14

tenho entaladas no peito mil palavras que não te disse. nem vou dizer. às vezes sufocam-me. querem sair, todas de uma assentada. chateiam-me. incomodam-me.

queria chamar-te nomes. dizer-te que foste insensível. mesquinho. egoísta. imerecedor da amizade que te estendi. do tempo que te dediquei.

 

depois rogo pragas mentalmente e passa.

está a passar sabes? a chegar aquela exacta fase em que te transformas em desprezo.

e aí, não há volta a dar.

nem para ti. nem, e principalmente, para mim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:09

Pág. 1/12



foto do autor