Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




...

por M.J., em 26.11.14

tomei um café quente, amargo, para me dar forças a enfrentar mais um dia. podia escarrapachar aqui tudo o que decidi, que não foi nada de muito, mas isso seria torná-lo realidade. não o faço. tenho as mãos geladas. queimei-me quando as coloquei com força no aquecedor. 

tenho as mãos geladas e um dedo quente, a ferver de dor.

está frio. há um sol que entra fraco, pálido, janela dentro. não tenho absolutamente nenhum plano. não sei como vim, como cheguei aqui. não sei  que quero, o que gosto, como quero. mantenho-me na normalidade da vida com um fio ténue a prender-me. faço o que os outros fazem. é sempre a melhor opção quando não sabes o que fazer. segues a multidão. ela está certa. comes, bebes, levantas-te, dormes. não fiques na cama durante dias sem te levantar. é errado. não fiques semanas sem dormir. é errado. não fiques dias sem comer. é errado. procura um trabalho. dá um rumo à tua vida. encontra uma rotina. queixa-te da segunda, sorri com a sexta. faz como os outros.

fazer como os outros é a única coisa que me permite seguir. não sejas destrambelhada. é feio. não fales tão alto. fica mal. não rias assim. pareces tolinha. faz como os outros. veste uma roupa bonita. pareces parva com isso. vê se marcas a depilação. estás feia. compra umas botas com saltos. com essas ficas pequena. não é bonito. os outros são melhores, mais fortes, mais bonitos. faz como eles. pensa em casar. faz-te falta. vê se tens dois filhos. o teu problema é esse. não tens filhos. não queres filhos, uma aberração. faz como os outros. não vês como são felizes com os filhos que têm?

fazer como os outros é a única forma de me manter à tona. 

e ainda assim, ainda assim, tenho as mãos geladas e um dedo quente, a ferver de dor.

sei, como sei, que nunca vou ser como os outros. ainda que seja exactamente igual a todos os outros. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:46


3 comentários

Imagem de perfil

De Mia a 26.11.2014 às 11:27

Não tens que ser como os outros. Mas antes que gostar de ti como és, diferente de todos os outros, única. Quem não gostar? Quem preferir uma igual a todos os outros? Que vá pro caralho, que procure mais um carneiro no meio do rebanho.
As pessoas únicas são as que fazem história. E os que gostam disso são os que valem a pena.
Sem imagem de perfil

De RC a 26.11.2014 às 11:28

Adorei! Estava a ler e só pensava na musica dos Deolinda "O teu mal faz-me tão bem", nõa sei se é assim que se chama mas é assim que eu a chamo :)
Imagem de perfil

De M.J. a 26.11.2014 às 11:35

n conheço...

Comentar post



foto do autor