Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




a minha serra morre

por M.J., em 16.10.17

e a nossa ministra fala muito serenamente que as populações têm de ser mais resilientes e que, a demitir-se, era ir de férias. 

a minha serra morre e o nosso primeiro ministro diz que as coisas são assim mesmo, se vão repetir e que os portugueses compreendem porque são adultos.

a minha serra morre.

morrem 32 pessoas carbonizadas, asfixiadas pelo fumo.

morrem árvores, animais.

perde-se o que se conquista com uma vida de esforço. 

 

a minha serra morre e as declarações de quem nos governa são arrogantes. são torpes e crueis.

demonstram uma total falta de respeito.

como que se o país que não é Lisboa fosse indigno de um pedido de desculpa e de um lamento sério por quem sofre. 

 

a minha serra morre e, na sua morte, quem dela devia cuidar encolhe os ombros, assobia para o lado e exige compreensão. 

 

filhos de uma grande puta!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:45


5 comentários

Imagem de perfil

De Maria Araújo a 16.10.2017 às 17:04

" filhos de uma grande puta!"

Merecem que estas palavras sejam ditas, MJ.
Acrescento uma que não digo sempre nem gratuitamente " cabrões"
Imagem de perfil

De Sandra Wink.Wink a 16.10.2017 às 19:13

Foi isso mesmo que senti, uma grande falta de respeito por parte dos responsáveis.
Imagem de perfil

De Dona Pavlova a 16.10.2017 às 21:09

Isto por aqui está muito mau :( sabem lá eles o que se passa e o que se passou ontem e hoje! Filhos da puta!!!
Sem imagem de perfil

De Anita a 17.10.2017 às 14:33

Dói. Doiem as palavras vâs que se ouve. Depois de tudo que aconteceu, vai ficar tudo na mesma...
Sem imagem de perfil

De Joana B. a 19.10.2017 às 11:44

Não sou da serra e do campo, sou da cidade mas revolta-me tudo isto.
Aquele discurso sem sentimento de que isto não ia ficar por aqui e que os portugueses eram crescidinhos e iriam compreender tudo. Ele estava mesmo à espera que aceitássemos isto tudo sem fazer nada?

Na noite de domingo quando a cada nova actualização o número de mortos aumentava fiquei logo aterrorizada porque percebi que estava tudo a repetir-se e que no dia seguinte o número ia continuar a aumentar.

Como é que é possível estarmos apenas dependentes da chuva e os governantes em vez manterem os meios para proteger a população estarem apenas à espera da chuva?

Não consigo exprimir toda a revolta que sinto...

Comentar post



foto do autor