Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




banalidades

por M.J., em 21.09.15

passamos o fim de semana a transformar uma casa num lar e uma cidade numa casa. tomámos pequeno almoço no parque verde, logo no sábado, sentindo os primeiros raios de sol do dia e vendo os patos a nadar perante mil raios de sol que batiam nas águas e espelhavam diamantes. 

senti pela primeira vez, numa manhã de sol e relva e cheiro a outono e folhas secas e pessoas a correr, um sentimento de familiaridade com o dia em que descobri o mondego e as pontes e o cheiro da cidade. como que se de repente, uma torrada de centeio e um café a ferver me levassem para um tempo em que a esperança me dominava e sentia que seria dona do mundo.

estranhamente, naquela época, não conseguia ver-me no aqui, desta forma, com o agora.

limpámos, aparafusámos, comprámos candeeiros, almofadas, plantas e cortinas. remodelámos coisas do passado e substituímos outras. recolhemos pedaços do que ficou atrás para que não esquecêssemos tudo o que nos trouxe aqui e jantámos na varanda com as luzes da cidade a nossos pés.

hoje fomos ver um espectáculo no fado ao centro para acertar as coisas do casamento. não consigo descrever o som da guitarra, o lamento da voz e o choro da viola. foi um regresso, total, ao tempo em que a minha ingenuidade me obrigava a afastar o fatalismo, o azedume e a aceitação aos dias mais cinzentos. 

e finalmente, num começo, principiei a sentir-me em casa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:21


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Sarabudja a 21.09.2015 às 10:44

Gosto de te saber mais colorida.
Forcinha nas canelas!
Imagem de perfil

De M.J. a 21.09.2015 às 10:53

e nos tornozelos ;)

(obrigada).
Imagem de perfil

De (des)Esperança a 21.09.2015 às 12:33

FINALMENTE !!!! que alivio... fico tão feliz de te sentires melhor.. nem imaginas....
Imagem de perfil

De M.J. a 21.09.2015 às 15:25

obrigada meu amor.
fico tão feliz por estares sempre aí...
Sem imagem de perfil

De Cris a 21.09.2015 às 22:21

Ah, assim gosto!

Comentar post