Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




banalidades

por M.J., em 01.12.15

decidi voltar a correr. tudo de um momento para o outro, depois de ver uma fotografia no facebook de um colega, gordito, agora magro, a correr quinze quilómetros numa cena qualquer com muita gente. de vez em quando o facebook inspira-me. ou as pessoas. tomo decisões apoiada nas decisões dos outros mais vezes do que gosto de admitir. mas é verdade. sou facilmente inspirável.

não confundir com influenciável.

voltei também aos chás. há sempre um bule de chá a fumegar por onde eu ande. trabalhar é muito mais fácil se ao lado houver o cheiro do chá, num fumo leve a escorrer no ar. foi a mamã quem me ofereceu uma chávena nova, para a temporada deste ano. tem um macaco castanho a olhar para um elefante com ar de tédio.

achei um piadão: o elefante sou eu. só não tão cinzento.

corri meia hora. não morri porque não calhou. pensei mil vezes na quantidade de coisas que poderia estar a fazer naquele exacto momento e onde entrava sempre pão quente a escorrer de manteiga. o choupal não tem choupos e está carregado de mosquitos. em contrapartida ouvem-se os pássaros, não há muita gente e respira-se ar puro. passou-me a dor de cabeça e tudo mas acabei mais vermelha que duas bandeiras do benfica e a escorrer a água do chá que bebera de manhã. uma miséria. senti-me, confesso, mesmo envergonhada quando me deslocava para o carro. se alguém se oferecesse para me carregar, ou empurrar, ou puxar, ou arrastar eu aceitava.

sabia que estava fora de forma, não sabia é que era tanto.

dei nome aos dois gatos que a mamã alimenta. creio que são netos ou bisnetos do evaristo, que o deus dos gatos o tenha na paz. bem bonitos. gordos, não muito grandes, ainda adolescentes. a mamã alimenta-os e eles correm de volta dos pés dela. não se deixam tocar mas fazem o favor de pedir comida. são giros. um todo preto, outro todo cinzento. achei que tinham ar respeitável e batizei-os em conformidade: um é o cunha, o outro é o simões. não gosto cá de bolinhas, pelinho ou sininho. isso não são nomes decentes. o cunha e o simões impõem respeito, lado a lado, a exigir que os alimentem. se se chamassem bolinhas e fifi perderiam logo metade da piada. 

fizeram, sobretudo, nestes nomes respeitáveis, rir a avó.

 

gostava que fizessem rir a minha amiga que viu ontem também, sem culpa nenhuma, a vida dar-lhe uma bofetada. 

mas não fizeram. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Sarabudja a 01.12.2015 às 15:04

Mas não são os Tó Nabiça?
Ai... Tó Nabiça Cunha? Não tens um Pires ou um Lopes?
Imagem de perfil

De M.J. a 01.12.2015 às 16:28

eram. mas depois olhando bem os bichanos decidi repatizar. cunha e simões tem muito mais a ver com a pelagem dos ditos.

Comentar post