Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




chapadas de luva branca

por M.J., em 18.07.18

se há coisa que a vida me dá em abundância é chapadas bem fortes de luva branca, levando-me a todas as situações que jurei, com a boca toda escancarada, que não queria.

como que a mostrar-me que as minhas convicções são tão voláteis como uma fumaça curta numa fogueirita de inverno e quando as juro é como uma pateta alegre que não sabe minimamente o que diz. 

todas.

sem falhar uma.

 

e tendo em conta tudo isto, é bem provável que daqui a cinco anos me encontrem sentadinha numa cadeira de jardim, de mama exposta ao público (uma ou duas mamas, depende da circunstância), com uma criança em pé, cheiinha de dentes a alimentar-se, enquanto pergunto a quem passa:

- quê que foi? nunca viram a beleza da amamentação? o meu rico filho tem dentes e depois? mama até ir de erasmus, ou até deus nosso senhor mandar. 

 

isso enquanto o nosso cão, um de raça muito raçada vem ter comigo saltitante, um lenço vermelho ao pescoço enquanto lhe digo:

- venha cá bobi, dê cá uma lambidela à mãe que não tem mal nenhum ter acabado de limpar os seus testículos com a língua.

 

ah, e claro, não podia deixar de faltar o conselho a quem olhar de soslaio:

- minha querida, a menina não sabe nada do que diz acerca de ser mãe. só quem por lá passa entende.

 

vão ver se não vai ser. 

oh senhores!

alguém que me dê um abanão antes disso. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:34


7 comentários

Imagem de perfil

De Happy a 18.07.2018 às 17:12

Ahahah, sabes do que me lembrei? Eu já andava, puxava de um banquinho para me pôr de pé e chegar às mamas da minha mãe. Eu sei, que vergonha
Imagem de perfil

De M.J. a 18.07.2018 às 17:40

não é vergonha nenhuma, sobretudo se a tua mãe se sentia confortável com isso.
eu nessas coisas aprendi com o tempo a respeitar todas as opções de cada um.
mas também agradeço que os outros respeitem as minhas:
se por acaso eu não quiser amamentar que nenhum fundamentalista da amamentação me venha chatear a moina.

(lembrei-me agora: as mulheres que amamentam aos exigem que achem tudo natural e bonito mas tenho reparado que são as primeiras a apontar o dedo a quem não o quer fazer. não tem nada a ver com o teu comentário, foi só algo que me lembrei).
Imagem de perfil

De Fatia Mor a 18.07.2018 às 18:44

Não precisas de abanão nenhum, vais ver! O bom da vida é que o que é bom para nós, e que não magoe os outros, está sempre certo! As pessoas é que tendem a esquecer-se que ninguém é infalível, que todos temos direito a mudar de opinião e cada um faz da sua vida aquilo que bem entender. Cada vez mais, é o meu mantra de vida. Já dizia o sábio Herman na versão de Dr. Rute Remédios... As opiniões são como as vaginas, cada um tem a sua e se quer dá-la, dá-la! 😉😁

(já tinha saudades de te ler com regularidade, ainda que agora "pares" na minha mesa de cabeceira!)
Imagem de perfil

De Quarentona a 18.07.2018 às 23:42

O único conselho que me sinto capaz de te dar é, faz o que achares melhor para ti e para a tua cria. És uma mulher inteligente e sensata, não tenho dúvidas que saberás sempre escolher o melhor caminho, não digo que o mesmo te pareça clarinho como a água, mas quem nunca teve e tem dúvidas? Segue o teu instinto e não dês demasiada importância à opinião dos outros.
Imagem de perfil

De trocatintas a 19.07.2018 às 13:27

Às vezes levamos um banho de humildade, sim. Para nos lembrarmos que aquilo que é verdade hoje amanhã pode já não ser porque, felizmente, mudamos de opinião.
Imagem de perfil

De Psicogata a 19.07.2018 às 16:11

Parabéns! Ainda não tinha tido a oportunidade de te felicitar pela gravidez, espero que esteja tudo a correr bem. Desejo-te muitas felicidades nesta nova fase da vida.
Não me acredito que recebas essa chapada de luva branca, o cenário que descreves não se parece contigo, no entanto, pior do que isso são as fundamentalistas, desde que nunca te transformes numa estará tudo bem.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 20.07.2018 às 19:46

MJ, chapadas todas levamos, seja por isso ou por quaisquer outras coisas.
O bebé é teu, és tu que o vais criar, fazes o que entenderes da sua criação.
Beijinho

Comentar post



foto do autor