Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




da descoberta

por M.J., em 27.01.15

podia ser cansaço mas não me sinto cansada. apática, talvez. sem sentido, com todas as certezas. perdida, completamente. não me arrependo minimamente da decisão que tomei e alterou a minha vida. mas ainda assim tem dias que não consigo evitar o "e se..."

ainda assim, descubro tristemente que à medida que vou envelhecendo encontro uma perspectiva maior na resolução dos problemas, olhando-os como um todo, numa maturidade que não sabia que tinha, perdendo o fulgor, o entusiasmo aliado ao desespero cego, como um todo, na ideia de que o agora é o passado, presente e futuro.

tarda nada tenho a sensação que ando por ai a bambolear-me numa barriga gigante e a dizer frases como "as crianças são o melhor do mundo".

espero que alguém me mande com um quilo de batatas nas trombas antes disso.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:25