Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




das fotografias

por M.J., em 29.05.15

toda a gente sabe que as mãezinhas que colocam fotografias dos rebentos em blogs, facebook e tudo o que é rede social o fazem para bem dos filhos. sabemos isso porque a partir do momento em que a mulher abre a pernoca para conceber e se torna mãe santifica-se completamente e tudo o que faz é para o bem estar da cria.

ninguém pode pôr isso em causa.

é lei.

portanto, todas aquelas fotos que se espalham na net como cogumelos repolhudos, de grandes cabeças maiores que cus são na verdade, para fomentar o crescimento da criança, para aumentar o bem estar da mesma, para contribuir para o seu desenvolvimento pessoal. faz-se unicamente por ela. não se quer absolutamente nada em troca.

a criança aparece de cuzinho à mostra ou numa banheira de pirilau ao léu mas é tudo na paz, na inocência, só faz bem, ninguém vai pensar mal nenhum daquilo porque são seres puros na fotografia e toda a gente sabe que quem as vai ver é também puro, de uma pureza de cristo porque também foi bebé um dia.

pôr os putos em todas as situações, posições, quase contracções pela net fora é digno! é relevante! serve-lhes. não é nada igual às senhoras que ficam fechadas dentro de uma casa quatro meses, cheia de cameras, a treinar para conceber, não senhor que essas são putas e ainda não conceberam. se fossem senhoras já com bebés na barriga não. aí seria para o bem dos filhos, para ganhar dinheiro para eles.

vestir os putos com roupas que as marcas dão e depois fotografá-los, descrevê-los, espalhar com as trombas deles em tudo o que é sitio não é por dinheiro, deus me livre, mãe que é mãe é santa e não faz isso. é para inspiração das outras mães, para a partilha, para as pilhérias inocentes trocadas com os outros seres divinos que partilham o milagre da vida.

 

não é por dinheiro, não é. mas se fosse meus senhores, se fosse em vez de deixarmos likes e seguirmos esses blogs acusávamo-las de exploração infantil.

assim não.

sacamos do tablet, do pc, do telemóvel e comentamos com gosto as fotos "ai tão giro, ai tão crescido, que fralda tão bonita, que corte de cabelo tão catita, que meio dente tão lindo" enquanto entramos no comboio ou no metro abanando com descrença a cabeça aos pais que põem os seus filhos ali a pedir-nos uma moeda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:55


8 comentários

Imagem de perfil

De Magda L Pais a 28.05.2015 às 21:29

e eu que sou mãe, pergunto - será que essas mães que publicam fotos com o cuzinho à mostra ou numa banheira de pirilau ao léu, gostavam que as fotos delas nos mesmos preparos, fossem dadas a conhecer ao mundo?
Imagem de perfil

De M.J. a 28.05.2015 às 22:02

se desse dinheiro...
Imagem de perfil

De Gaffe a 28.05.2015 às 21:51

Tão bom!

Mas não existem as CPCJ e o Tribunal de Menores?!
Imagem de perfil

De M.J. a 28.05.2015 às 22:02

existem.
não vou pôr a falar da minha experiência com tudo isso (e olha que é muita) mas nunca vi uma CPCJ achar que isto configura uma situação de risco. claro está,, que falamos de casos em que a mãe é "famosa". se for uma pessoa com rendimento social de inserção já poderei adiantar que qualquer coisa que faça é quase considerado risco.
Imagem de perfil

De Cláudia Oliveira a 29.05.2015 às 09:30

O dinheiro é para dar de comer às crias. O dinheiro não é para ir comprar merdas à Zara, não é. É para receber coisas de borla porque toda a gente sabe que coisas de borlas não faz mal nenhum.
Imagem de perfil

De M.J. a 29.05.2015 às 16:28

nem penicos de borla fazem mal se fotografarem a criança a usá-lo.

:)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 29.05.2015 às 19:07


Que tristeza!
Imagem de perfil

De M.J. a 31.05.2015 às 15:04

um bocadinho, sim.

Comentar post



foto do autor