Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




desinformação

por M.J., em 01.08.17

a questão é que nunca houve tanta desinformação.

em boa verdade, pensei mesmo já lançar um site dedicado ao assunto, todos os dias com coisas novas, só para ver o mundo a arder.

porque nisto, meus senhores, sejamos habilitados com o grau de pós doutor (essa maravilha da natureza. já és tudo, então pões um pós ao tudo) ou a quarta classe feita nas novas oportunidades, todos nós caímos, mais cedo ou mais tarde, numa desinformação qualquer e achamos que estamos cinquenta passos à frente dos comuns dos mortais.

 

se quiserem ter uma noção dêem uma olhadela pelas internets da vida.

no mesmo dia podem ler que o salmão é um peixe bom e que o salmão é um peixe mau. que o leite é um alimento recomendável e que o leite não presta. que comer carne faz mal e que comer carne faz bem. e tudo isto sustentado em artigos que lançam mão de um estudo qualquer feito numa universidade que ninguém nunca viu ou questionou da veracidade do mesmo. 

 

chocolate ao pequeno almoço emagrece, noticia-se, num título manhoso de clickbait, e nos grupos de saúde do facebook vem logo um montão de mulheres, num português ranhoso:

gente quero perder vinte quilos numa semana. chocolate pode?

arroz pode?

suco de limão de manhã e antes da janta emagrece?

e eu, se quiser, encontro cinco artigos, todos diferentes a dizer que sim, não, talvez e só em noites de luar com duas galinhas na testa.

oh-meu-deus.

 

 

na semana passada, quando morreu chester bennington, durante uma hora andou meia Internet a especular sobre a coisa:

morreu ou não morreu?

um jornal dizia que sim e cinquenta comentários diziam que não apelando a sites anteriores que davam conta da morte do homem mas ele permanecera vivo.

e de repente, há uma noticia da própria notícia: homem pode ou não ter morrido. 

é isto.

as nossas noticias assentam agora no pode, mas ainda vamos ver.

avião pode ou não ter caído.

pessoa pode ou não ter-se suicidado.

cão pode ou não ter mijado no carro do cidadão do quarto esquerdo. 

senhores!!!

 

para não cair na rolha de desinformação decidi fazer like em centenas de páginas diferentes do facebook, com ideologias contraditórias, todo o tipo de jornal e alguns grupos.

pensei: que sa lixe! se aparecer no meu feed paleolíticos a dizer que só devo comer bacon, e que os frangos devem ser alimentados a bifes; e macrobióticos a mandar-me comer algas ao pequeno almoço e que a carne não deve ser um alimento essencial; e vegetarianos a dizer que devemos comer só folhas; (vêem como estou a espalhar desinformação, pegando em estereótipos?) e a maria vieira a dizer que o trump é o maior estadista jamais visto; e a ana bola a dizer que a maria vieira está sequestrada pelo marido que disse que o trump é o maior; e o cláudio ramos a dizer que a ana bola disse que a maria vieira está sei lá o quê; e o dioguinho a dizer que o cláudio ramos disse que a ana bola disse que a maria vieira disse que o trump disse que o frango faz mal disse que devemos comer ervas e oh... porra, perdi-me, enfim, dizia eu, se eu tiver coisas desta gente toda vou saber o que se passa realmente numa pequenita parte do mundo.*

é... pois não.

 

na verdade, o facebook tem um algoritmo fantástico.

de repente não aparecem - como há uns anos - todas as publicações no nosso feed até à ultima que vimos há dois dias.

era bonito, era, mas não.

o facebook dá-te informações consoante os teus gostos e actividade. portanto, se abrires dois dias seguidos várias noticias do correio da manhã, nos próximos tempos vais ser bombardeado com informações constantes de violações, sócrates, mortos, sócrates, pedofilia, sócrates e funerais. e se usares muito o facebook - até por questões profissionais - vais achar que portugal está a entrar no seu fim e que, mais cedo ou mais tarde, seremos bombardeados por um meteorito porque isto é o apocalipse.

 

os tempos estão maus, dizem as pessoas, faz cá falta um salazar.

e se fores à procura encontras cinco ou seis grupos de muitas mil pessoas a apregoar as virtualidades do salazar enquanto escrevem sobre como a política é uma merda (nada contraditório).

e se, enjoada, fores à procura, encontras mais cinco ou seis grupos que dizem que a mariana mortágua é que é, e é tanto que devia aparecer nuinha da cintura para cima e mostrar aquilo que tem de melhor. (mulheres ao poder mas em mamas?)

a sério.

a questão é tão fascinante que os grupos do facebook davam um mesmo um estudo de pós doutoramento:

macarrão com pés de galinha, pode?

 

nunca houve tanta informação mas também nunca houve tão pouca.

é difícil saber o que é verdade ou não e, em ultimo caso, passamos todos a achar que não há verdades mas apenas coisas que podem ser mais certas do que outras, dependendo da interpretação. 

uma colega minha dizia há uns tempos que não bebe leite.

és intolerante à lactose? perguntei, curiosa.

que não. apenas que o leite não era preciso.

então aderiste à corrente, disse eu, na maior das ingenuidades.

e ela, furiosa, não é isso. é que o leite não me traz vantagens nenhumas.

olha que merda!!!! ia eu exclamando num outro palavrão mais feio, começado por c e acabado em o.

beber coca cola também não. ou apanhar sol na praia nas horas de maior calor. ou dormir mais do que sete horas. ou... metade das porcarias que fazemos. 

 

as pessoas gostam de modas.

eu também.

faz parte. 

o que eu não sabia é que as pessoas não gostam que lhes digam que seguem modas, que estão desinformadas e que o melhor nisto tudo é seguir o bom senso. na, na, ni, na, não!

elas estão informadas, estão mais à frente, sabem mais!

só abacaxi três dias seguidos emagrece?

 

oh gente do catano. 

 

*para quem não entende: ironia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:51


5 comentários

Imagem de perfil

De Olívia a 01.08.2017 às 12:19

Obrigada.

Espero que este texto chegue à página principal do Sapo, a sério.
Imagem de perfil

De Cá coisas minhas a 01.08.2017 às 12:33

Estou a bater palmas em pé.
Imagem de perfil

De Outra a 01.08.2017 às 12:59

Bem verdade (uma pessoa já não pode fazer uma pesquisa ou um gosto numa página parva que vende bikinis da china que depois caem aos magotes páginas dessas! Que cansaço pá!
Sem imagem de perfil

De diana a 02.08.2017 às 11:21

tão bom...e tão mau;)
Imagem de perfil

De Sofia Marques a 08.08.2017 às 14:28

"Tanta informação e informação nenhuma" Concordo plenamente! Fica confuso tentar perceber o que quer que seja...

Comentar post



foto do autor