Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




devia ser caso para a comissão

por M.J., em 14.07.15

de proteção de menores:

quanto ódio pode nutrir uma mãe por uma cria para lhe chamar caetana ou ambrósio?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:10


13 comentários

Imagem de perfil

De Magda L Pais a 14.07.2015 às 13:22

se for ambrósia, fico perdoada?
Imagem de perfil

De M.J. a 14.07.2015 às 15:15

tu chamaste caetana a uma filha?
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 14.07.2015 às 16:02

era o nome da minha avó paterna que eu não conheci
Imagem de perfil

De M.J. a 14.07.2015 às 17:19

ah.
coitada.
Imagem de perfil

De Maria das Palavras a 14.07.2015 às 13:39

Se calhar apetecia-lhe algo...
Imagem de perfil

De M.J. a 14.07.2015 às 15:15

provavelmente ter um filho que sofra de bullying.
Imagem de perfil

De Maria das Palavras a 14.07.2015 às 15:48

quando merece, não é bullying, é bem-feito
Imagem de perfil

De M.J. a 15.07.2015 às 18:24

ahahahahahahahahahahah
isso é coisa que eu diria :)
Imagem de perfil

De Cláudia Oliveira a 14.07.2015 às 16:17

e pia? meu deus, pia.
Imagem de perfil

De M.J. a 14.07.2015 às 17:18

tinha-me esquecido do pia. pia é, de facto, vencedor de qualquer categoria.
Sem imagem de perfil

De Sarabudja a 15.07.2015 às 15:32

Deixa lá isso. Gostos para nomes não se discutem. Há sempre uma explicação.
Ambrósio pode ser o tio-avô que levava a passear em dias de céu muito azul e de areia do parque no pé. Ou o motorista da senhora que se vestiu de cortina amarela. Ou nada e só soa bem aos ouvidos da mãe.

Agora que estás uma rapariga casadoira, às tantas, um dia destes, também te lembras de ter filhos, de os adoptar, de dar nome de gente a um bicho, e perceberás como é dificil aguentar com as opiniões alheias.
Digo-te eu, que escolhi nomes para as minhas criar de Sarabudja e houve quem opinasse e em mau. Mesmo que tivessem escolhido nomes para os seus que se juntam por hifen, sim um hifen. Ou que se orgulhassem de ter filhos com nomes tão bizarros que não constam em listas dos permitidos.

Imagem de perfil

De M.J. a 15.07.2015 às 18:25

por acaso tenho um colega que chamou ao gato de bruno.
não percebi.
depois dei conta que ele o chamava de filho.

Sem imagem de perfil

De Sarabudja a 16.07.2015 às 17:16

Essas coisas fazem-me comichão.
Pessoa é pessoa, bicho é bicho.

Com tanto nome "extródinário" para dar à bicheza vai-se-lhes arranjar nome de gente?
Duvido que não aparecesse um bando de indignados se eu chamasse Farrusco ao meu mais velho e Laika à mai' nova...
Ah porque é bicho pode ter nome de gente e gente não pode ter nome de bicho? Porquê? São menos?!

Chamar filho à bicheza também é de sentimento.
E cãozinho ao mais velho, posso chamar ou vem a CPCJ criar confusão?

Um dia, estava eu bochuda de grávida da minha mai' nova e perguntaram como se chamaria aquela barriga. Lá respondi e soltaram um:" ai também tenho uma [nome]".
Neta? Pergunto eu, com olhos brilhantes e com hormonas tintilantes?
Não, cadelinha.

Ai rais partam a velha foleira!

Comentar post



foto do autor