Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




dos dias

por M.J., em 30.04.14

não sou lá grande amiga. talvez pelo dia a dia, pelo meu desleixo natural, por andar a correr de um lado para o outro, por querer descansar ao fim de semana, por me dedicar à pessoa com quem vivo, a questão é que não sou grande amiga.

nem tenho grandes ou pequenos amigos.

não tenho. já não tenho. houve tempos que sim. que trocava mensagens ininterruptas com pessoas que eram a minha família, os meus amigos, parte da minha vida. que seguia com eles para todo o lado. que combinávamos coisas e coisos, que fazíamos planos e programas.

agora não.

é por isso que tem dias que me sinto incrivelmente sozinha. não sozinha de amor ou atenção ou carinho. mas sozinha daquele amigo, daquela amiga com quem falar sempre, mal ou bem da vida. com quem desabafar coisas boas e más. com quem sair.

daquele amiga que estava ali sempre, incondicionalmente.

hoje é um desses dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:19


7 comentários

Sem imagem de perfil

De apeteciametanto a 30.04.2014 às 12:32

Olha, que sofro desse mal tambem, desde que vim para lisboa, todos os meus amigos que ficaram no porto deixam enormes saudades, quando lá vou é tão a correr, que muitas das vezes nem tempo para mim e para eles tenho, e que me falta fazem. Adoro aqueles caralhos, sabemos que estamos longe, mas seremos sempre grandes amigos.
Imagem de perfil

De M.J. a 30.04.2014 às 12:33

a questão é que amigos longe, que mal falamos, toda a gente tem. eu tenho. mas esses, ainda que bons, porque amigos, não preenchem a banalidade das horas dos dias.
e é isso que é triste.
Sem imagem de perfil

De apeteciametanto a 30.04.2014 às 12:38

Sim é mesmo isso, nunca encontrarei aqui aquela amizade de anos, de todos os dias irmos ao cafe depois de jantar e falarmos do dia corrido, de gajas, de merdas, de desabafos, de conselhos, de chatices, de banalidades
Imagem de perfil

De M.J. a 30.04.2014 às 12:43

e as banalidades são um aspecto muito importante da vida. rir de nada é muito melhor que rir do tudo.
oh fodasse. hoje estou melancólica.
Sem imagem de perfil

De apeteciametanto a 30.04.2014 às 12:48

Confere e mais que confere.
Bom almoço, no teu caso será mais fruta e bolachas, olha a linha.
Por falar nisso, hoje é o dia de ela ir ao Povoas, la vai ela começar a maluqueira da dieta. As mulheres sofrem, ou sofrem da cabeça, vá-se lá perceber.
Imagem de perfil

De M.J. a 30.04.2014 às 12:54

o almoço não são bolachas nem fruta. é sopa de cenoura, nabo e courgete. bem melhor. estou em ansias.
as mulheres não sofrem da cabeça. têm é a infelicidade de querer sentir-se lindas e magnificas como as tipas que passam em tudo o que é revista e comunicação social.
isso é que é.
Sem imagem de perfil

De Andreína a 01.05.2014 às 01:43

Haverá lá coisa melhor que amizades? Sim algumas :P mas sem dúvida que manter os amigos por perto, a família do coração é o melhor. Confesso que devido às circunstancias tb me encontro afastada de muitos grandes amigos, e se custa! Ter aquele ombro, os desabafos, as maluqueiras... Junto dos amigos não há solidão, estamos na nossa própria casa!!

Comentar post



foto do autor