Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




acho que falei com a miúda umas duas vezes, se tanto, ao longo dos dois ou três anos que convivemos na escola. via-a de longe, com  a sua inteligência e a sua beleza, o seu namorado popular. não falamos. trocamos palavras acho que numa festa da escola qualquer, que eu organizei. uns dois anos mais tarde vi-a na queima de coimbra e fiquei fodida porque da zona eu era das poucas a ter entrado em Coimbra e não gostava que outras pessoas se gabassem do mesmo que eu.

não eramos sequer amigas de facebook. não havia motivos.

morreu. morreu, finou-se. assim. nem foi de um acidente de viação, essa coisa que justifica as mortes súbitas e prematuras. foi apenas porque, de um momento para o outro aquela coisa que bombeia o sangue e nos permite andar por aqui parou.

a miuda morreu. deixou o curso de medicina acabado. os pais. o casamento marcado. os amigos. simplesmente foi-se. desapareceu e deixou tudo por aqui sem perceber o que é que aconteceu. assim. do nada.

neste caso a morte tocou-me não pela pessoa (afinal falamos duas vezes) mas pelo aviso de que anda ali, nas esquinas, sempre há espreita.

que terá ela feito no seu ultimo dia? ou no penúltimo, talvez? terá adormecido com a consciência de ter feito tudo o que queria? o que gostava? terá sido um dia de gargalhadas, cafés quentes, amigos, trocas de amor? ou ter-se-á deitado, na noite anterior chateada com a vida e com o mundo, amuada com os pais ou com o namorado?

terá valido a pena esse ultimo dia?

 

para o meu ultimo dia não tenho grandes planos. gostava apenas de acordar de manhã, cedinho, num domingo, e caminhar pela cidade adormecida. tomar um café bem quente na pastelaria de sempre. voltar para casa com o vento fresco a bater-me na cara. acordar o moço com beijos. almoçar com os meus pais. dizer muitas vezes amo-te e acabar o dia, num por do sol, a ler o meu livro favorito de sempre, com a minha musica nos ouvidos.

esse dia teria valido a pena.

o de hoje não. e ainda assim, o meu coração bate.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:07



foto do autor