Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




epitáfio

por M.J., em 23.03.17

então é assim: preparem os lenços, dêem vivas, soltem hurras, engulam as lágrimas: 

vou morrer.

sendo menos melodramática: tenho altas probabilidades de morrer, finar-me, bater a bota, ir desta para melhor, partir, desaparecer num futuro breve, breve, muito breve.

 

explico, levem-me a sério: 

  • arranquei ontem - sem contar, assim à maluca, sem preparação alguma - um dente do siso que pensava ser um dos normais e afinal, nascido e criado prematuro, tinha uma deficiência qualquer que decidiu dar ar de sua graça na semana passada;
  • em consequência sofri - e sofro, oh se sofro - de uma mega hemorragia no sítio onde o mesmo permanecera outrora;
  • a hemorragia era tão grande - e é, oh se é - quese traduziu numa refeição inteirinha do meu próprio sangue, causando-me um enjoo tremendo e levando a que ultrapassasse em muito as calorias recomendadas para o jantar;
  • (tive finalmente um vislumbre daquela coisa de cozer com o cão com o pelo do próprio cão).

em resumo:

é altamente provável que morra de hemorragia, e fique sequinha, sequinha, sem sangue algum, pálida e feia.

 

 

depois:

  • quando a dentista averiguava do siso percebeu que havia uma qualquer coisa esquisita na minha língua. (e não, não era um uso em demasia por falar de mais);
  • é verdade que eu já reparara naquele alto há uns tempos mas assumi - estupidamente - que se tratava de uma qualquer lesão passageira (para hipocondríaca tenho muitas falhas. é que nem nisso sou boa, porra);
  • vai daí e achou que era necessário marcar - com relativa rapidez - uma espécie de cirurgia de retirada do dito alto que deverá ser, depois, mandado para análise.
  • segundo ela nunca se sabe e o seguro morreu de velho.

em resumo - que isto nestas coisas a gente nunca sabe e os melhores são os que têm mais azar:

posso ter uma daquelas coisas antipáticas e ruins na boca e morrer disso.

(ou ficar muda, meu deus, muda!

já pensaram nisso? como raio vou ensinar ao rapaz linguagem gestual?

como raio vou eu aprender??????)

 

 

por fim:

  • andaram aos tiros, ou facadas ou atropelamentos em londres ontem.
  • vou para londres dentro de pouco tempo.
  • num avião.

em resumo:

há uma grande probabilidade que seja atropelada, estropiada, ou outra coisa acabada em ada por um radical qualquer que me transforme numa das setenta virgens de alá.

isso ou uma queda livre do avião, algo bastante usual - e até recomendável - segundo o may day, desastres aéreos.

 

 

pronto, é isto!

e sendo a morte certa, o que me tem ocupado enquanto seguro gelo nas trombas, é optar pela melhor, algo em que não me decido.

  • morrer de hemorragia poderia até ser indolor mas começo a ficar fartissima de engolir sangue, cuspir sangue, ver coágulos de sangue.
  • a minha almofada hoje era uma cabidela sem arroz e carne e é difícil escrever seja o que for com um pedaço de gelo nas fuças e um sabor a ferrugem.
  • pelo que dispenso.

por outro lado:

  • morrer de cancro é horrível.
  • possivelmente, bater a bota enquanto como batatas e peixe frito é muito mais agradável.
  • no entanto, num caso destes é bastante plausível que as pessoas digam, enquanto choram a minha partida "olha, paciência, também ninguém a mandou ir passear. ficasse em casa e agora estava vivinha entre nós". 
  • já ninguém dirá o mesmo se morrer de cancro, não é? quer dizer, quem raio terá lata para mencionar, assim como quem não quer a coisa "olha, paciência, também ninguém a mandou ter uma coisa ruim!?"

 

pelo que, em suma, estou indecisa. 

 

o que sei - com grandes certezas - é o que quero que conste na lápide, morra do que for, gravado a letras douradas:

aqui jaz maria joão por extenso, amiga extremosa, filha carinhosa e esposa fabulosa. 

morreu a tentar salvar toda a sua família de um ataque de tubarões no ártico e os seus feitos serão para sempre cantados pelos trovadores modernos (menos o agir) numa versão em bom do "estou fazendo amor". 

avé guerreira!

 

F I.png

vem ter comigo ao facebook - aqui,  e instagram - aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:25


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.03.2017 às 10:47

As melhoras, MJ, e que parem essas hemorregias.
Vais morrer,sim, e todos nós, também, porque já sabes que é certíssimo ela bater-nis à porta.
Contudo, garanto que essa coisinha na língua não vai ser nada.
Ontem, lembrei- me de ti, da tua/ vossa viagem a Londres.
Vai correr bem.
Infelizmente, ninguém pode controlar o que vai na mente desses assassinos que matam e dão a vida( de merda), que para eles não tem valor. Se tivesse, o gajo tinha amor aos três filhos que deixou, vivia para eles, para si também.
Logo, MJ, vais morrer e nós, idem, mas antes ainda tens muito para viver , dar e contar as tuas histórias.
As melhoras.
Beijinho

P.S..
cantinho da casa ( para o caso de aparecer anónimo).
Imagem de perfil

De Ana Rita 🌼 a 23.03.2017 às 11:32

ahahahahahahahahah... acho que vais morrer de hiperventilação a mais!! ahahahhahah... inspiraaaaaaaa, expiraaaaaaaaa, inspiraaaaaaa, expiraaaaaa...e repete estes movimentos. Mas não respires pela boca...pode vir aquele leve sabor a sangue e ficas desconcentrada!! Quanto a Londres, eles não repetem ataques duas vezes no mesmo sitio em curtos espaços de tempo...estás safa!
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 23.03.2017 às 11:56


agora no pc, corrijo: hemorragias
Sem imagem de perfil

De Joana B. a 23.03.2017 às 12:31

sou uma pessoa que se começam a contar-me as doenças e as operações ou cortes e etc. começo a sentir-me mal e com dores no sitio de que falam (por exemplo contam-me como é que partiram um braço e começa logo a doer-me o braço) é uma coisa psicológica, digo logo para parar e que não quero ouvir mais, por isso com a tua descrição da hemorragia e do alto na língua estou aqui já a sentir uns suores frios

(ontem lembrei-me de ti e da tua viagem na páscoa)
Imagem de perfil

De Outra a 23.03.2017 às 14:16

Ahahahahah !! MJ isso não vai ser nada. E pensa que agora vai estar meio mundo de olhos postos em Londres, por isso não corres perigo.
Sem imagem de perfil

De RC a 23.03.2017 às 17:27

Obrigada, mas obrigada mesmo, do fundo do coração! Que acabei de receber uma notícia, que não sendo tão má como parecia deu para me deixar abalada.
O que eu precisava das gargalhadas que dei a ler isto!
Sem imagem de perfil

De Cristina a 23.03.2017 às 19:44

MJ, tu e teu esposo vão ao mesmo dentista?
se sim, não será caso para rever a coisa?
Imagem de perfil

De José da Xã a 24.03.2017 às 11:57

Bem vinda ao clube. Agora imagina que tomavas comprimidos para diluir o sangue(como eu)?
Nunca tenho hemorregias... é sangria mesmo...
Não sou hipocondríaco, porque se o fosse já teria morrido. Agora deves ter cuidado com a tua saúde.
Quanto à coisa na língua verás que nãó é nada.
As melhoras e gelados para parar a hemorrogia.
Bom fds.

Comentar post