Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




se perceber, claro está, quais as funções que me pedem. 

 

que isto é um país de estúpidos presunçosos acho que não há grande dúvida. que a presunção se vê mais em certos sítios também não há dúvida nenhuma.

agora que paguemos a presunção e achemos que sim senhor, as coisas são como são e não tem mal nenhum já vai aí uma coisinha diferente. 

para ilustrar o que acabei de dizer, hoje dei-me ao trabalho de transcrever aqui umas coisinhas.

 

anúncio de trabalho para funcionário público.

o que se pensa? pois que seja uma coisa clara, que dê igual oportunidade a todos os que conhecem ou não conhecem leis, artigos e merdas do género. que nesse anúncio, escrito por alguém pago pelos nossos impostos, esteja tudo claro e as pessoas saibam a que concorrem, como concorrem, quanto ganharão e outras coisinhas.

certo.

sítio onde está o anúncio? (para além do DR): o bep. um sítio da internet muito interessante que visa facilitar a coisa. acho bem. o que aparece?

"se encontra aberto pelo período de 10 dias úteis, procedimento concursal comum, na modalidade de contrato de trabalho em funções públicas a termo resolutivo certo, pelo período de um ano (com possibilidade de renovação nos termos da lei), para ocupação de um posto de trabalho de Assistente Técnico."

muito bem. 

e depois surge-me uma dúvida: e quem não saiba o que é um assistente técnico? (vão-me dizer que todos vós sabem?). então, pois que quem não souber, segundo o site, tem apenas de continuar a ler. 

Caracterização do Posto de Trabalho: O descrito no nº8 do aviso de abertura.
 
pronto. não dizem ali, mas remetem para outro lado. até agora nada de grave (ainda que enfim, não haja necessidade de andarmos só por causa das funções, a saltar de lado para lado). enfim, uma pessoa, bem mandada, vai ao número oito do aviso de abertura. 
 
muito bonito:
 
Descrição genérica das funções para a carreira/categoria de Assistente Técnico: as constantes no Anexo à LTFP, referido no n.º 2 do artigo 88.º da mesma lei, às quais corresponde o grau 2 de complexidade funcional - "Funções de natureza executiva, de aplicação de métodos e processos, com base em diretivas bem definidas e instruções gerais, de grau médio de complexidade, nas áreas de atuação comuns e instrumentais e nos vários domínios de atuação dos órgãos e serviços."
espera?
como?
desculpe, o quê?
hum?
portanto, estão-me a dizer que uma pessoa com o décimo segundo ano consegue perceber esta merda? funções de natureza executiva? aplicação de métodos e processos com base em directivas? áreas de actuação comum e instrumentais? estão-me a dizer que é normal que se peça alguém para uma função e não se explique directamente o que raio se vai fazer na função? que é uma função tão abstracta que se tem de recorrer a esta porcaria de enunciação?
estão-me a dizer que é normal esta encruzilhada de palavras e remissões de coisas para coisinhas? 
certo.
esclarecida.
penso que seja um erro. que de certeza a coisa está melhor explicada lá no anexo e que aquilo não é o que consta do dito anexo. assim, com uma réstia de esperança, desloco-me à LTFP (nem a puta da lei escrevem por extenso, como se toda a gente tivesse de saber siglas - lei do trabalho em funções públicas), ao artigo 88.º 2, e deparo-me com o seguinte:
 
"2 - A caracterização das carreiras gerais, em função do número e designação das categorias em que se desdobram, dos conteúdos funcionais, dos graus de complexidade funcional e do número de posições remuneratórias de cada categoria, consta do anexo à presente lei, da qual faz parte integrante."
 
ora, pronto. vamos lá ver os passos: 
* vamos ao bep ver um anúncio.
* do bep vamos ao DR ver o texto original.
* do texto original vamos ao pgdlisboa consultar a LTFP.
* na LTFP não nos podemos ficar pelo artigo enunciado no texto mas consultar o anexo.
 
portanto, uma pessoa normal, nesta fase, já está a deitar água pelas orelhas. é impossível que alguém que nunca tenha pegado nisto se mantenha serena e humilde a saltar de poiso em poiso.
no pgdlisboa - um site bastante bom com todos os diplomas legais - lá me dou ao trabalho de procurar o anexo da lei... mas o que é que me aparece meus senhores?
Anexo
(a que se refere o n.º 2 do artigo 88.º)
Caracterização das carreiras gerais
(ver documento original). 

 

ah pois. queriam a papinha toda feita não era? queriam que a coisa estivesse logo ali à mão de semear? pobres ingénuos! não! se querem vão ao documento original porque ali não se saca nada.

e quando finalmente se chega ao texto original, o que se lê?

Funções de natureza executiva, de aplicação de métodos e processos, com base em diretivas bem definidas e instruções gerais, de grau médio de complexidade, nas áreas de atuação comuns e instrumentais e nos vários domínios de atuação dos órgãos e serviços.

 

é verdade. tinham razão lá em cima. são estas as funções. uma junta de freguesia precisa de ter uma maria ou um manel que, além de servir cafés, saiba o que ali está escrito.

é este o mundo. é esta a facilidade de entrada na função pública. é esta a merda que nos apresentam. e há quem perca tempo a escrever isto. e há dinheiro que é posto ao serviço de gente que deve facilitar o acesso e a compreensão do cidadão ao emprego. é isto meus senhores. temos um estado que se preocupa enormemente com os seus cidadãos. que arranja estágios profissionais, medidas estímulo, cheques formação, que berra com uns e outros na bandeira da igualdade e depois, para o caralho de um simples anúncio, é esta merda: obriga as pessoas a saltar de sítio em stio acabando por não compreender afinal, se têm ou não competências para uma função que se poderiam candidatar.

é triste.

provoca-me asco esta mania de sermos todos doutores, a compreender palavras caras e diplomas legais e o o diabo de quatro ao mesmo tempo que dizemos que não, que temos os mesmos direitos e todos podemos aceder ao emprego.

esta merda propicia compadrios, cunhas, gente que conhece gente que conhece gente que conhece gente. porque é impossível que o cidadão normal com o ensino secundário não se perca nesta porcaria.

deve ser de mim, de certeza.

de certezinha que qualquer pessoa com o décimo segundo ano percebe isto. mesmo aqueles décimos segundos tirados em seis meses, à noite, na junta de freguesia.

 

gente do caralho!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:42


15 comentários

Imagem de perfil

De Maria Araújo a 03.02.2016 às 12:32


Concordo, M.J., com "gente do caralho!".
Diz tudo.
Imagem de perfil

De M.J. a 03.02.2016 às 20:45

tudo dito mesmo.
Imagem de perfil

De Quarentona a 03.02.2016 às 13:03

Disseste tudo no teu antepenúltimo parágrafo (vai lá ver ;), quando abrem os concursos tão democráticos como o Estado gosta de se auto-intitular, já a vaga está mais que preenchida ;))))
Imagem de perfil

De M.J. a 04.02.2016 às 14:28

uma miséria.
Imagem de perfil

De Ana a 03.02.2016 às 13:38

Eu teria tanto tanto mas tanto a dizer dos fdp destes anúncios imbecis, que nem vou sequer começar. Digamos que no auge da minha ingenuidade (a.k.a. altura em que saí da faculdade) me dei ao trabalho de reunir uns milhares de papéis e concorrer a algumas vagas na função pública. Seis anos depois digo-te: é tudo uma palhaçada.
Imagem de perfil

De M.J. a 04.02.2016 às 14:28

só que estes palhaços não fazem rir.
sobretudo com o meu dinheiro.
Imagem de perfil

De Psicogata a 03.02.2016 às 14:40

Isso é propositado para só contratarem os amigos de quem lá está.
É muito improvável que alguém que não conheça alguém do meio consiga aceder a um cargo na função pública.
A menos que se especializem na procura e análise destes anúncios.
Este país é uma anedota tão má que nem aquelas pessoas que estão sempre a rir se conseguem rir da sua piada seca.
Imagem de perfil

De Quarentona a 03.02.2016 às 17:58

Eu rio-me! Sempre! Mas só porque vale mais rir do que chorar ;)))
Imagem de perfil

De Psicogata a 03.02.2016 às 18:03

Isso é verdade, mais vale rir do que chorar.
Faço isso muitas vezes.
Imagem de perfil

De JP a 03.02.2016 às 18:03

MEDO
Imagem de perfil

De M.J. a 04.02.2016 às 14:29

muito.
Imagem de perfil

De Sofia a 03.02.2016 às 21:09

Mais um concurso para quem já lá está... ou para o amigo! Ridículo....
Imagem de perfil

De M.J. a 04.02.2016 às 14:29

é uma filha da putice.
Imagem de perfil

De Carla B. a 03.02.2016 às 23:19

Sendo funcionária pública, da carreira de Assistente Técnico, posso dizer que aquela algaraviada toda é sinónimo para "pau para toda a obra".
Imagem de perfil

De M.J. a 04.02.2016 às 14:29

ah bem. daí estarem com evasivas.

Comentar post



foto do autor