Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




fui ver o maior pai natal do mundo

por M.J., em 07.12.15

em águeda.

estava um frio da merda que se colava aos ossos. o nevoeiro vinha do rio e andava ali, a correr por entre uma espécie de gelo em névoa. o desgraçado do pai natal lá estava, sentado, a olhar em frente. cada bota era maior que eu e as luzes cintilavam todas.

estava cheio de gente. a maioria das pessoas andava em círculos, para trás e para a frente, braços atrás das costas, a devida solenidade no cumprimento de uma tradição natalícia anual. - anual uma merda que aquilo só lá foi posto este ano-. outras assistiam seríssimas, ar de missa, braços cruzados, olhando para o bicho como quem espera que chova água benta. um ou outro miúdo corria por ali bafejando por entre dentes. uma garota gritava alto que não queria ver o bobi (cada um dá ao pai natal o nome que quer, de certeza que há quem lhe chame alfredo) num pranto continuado. no ar pipilavam musiquinhas de natal com uma espécie de flautas que faziam lembrar os índios, de cabelo comprido, nas feiras a vender cds.

tudo muito bonito.

e depois havia fotos. fotos de tudo e todos. gente com pose e sem pose. assim, ali, meio mundo a assinalar o natal, numa foto desfocada ao pé de uma armação gigante que representa o pai natal. sorrisos muito abertos, um ar de divertimento puro, como se não houvesse frio, nem gelo, nem a puta da música incomodasse como a merda.

quando as máquinas e os telemóveis se baixavam os sorrisos desapareciam, o pessoal punha a mão ao bolso e voltava para o carro, com ar de quem cumpriu a obrigação do divertimento e pode fazer prova dela em foto numa rede social.

 

juro pelos tomates que o pai natal não tinha que a única genuína era a miúda da birra, a dizer alto o que eu também queria dizer: não quero ver o bóbi.

 

estou a amolecer. até já concordo com putos em gritaria.

alguém me salve.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:45


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Pseudo a 07.12.2015 às 16:56

Eu, que sou de lá, achei-o giro e coiso e tal, dá vida à cidade noturna naquela zona, chama pessoal a consumir nas lojas; mas!!...mas, o pai natal à noite estava demasiado branco. Pronto, já disse. E não tirei nenhuma foto, eu não acredito no pai natal, ora!
Imagem de perfil

De M.J. a 07.12.2015 às 22:25

Apetece dizer isto, sem qualquer nota irónica, que não tem nada a ver com nada: gosto de ti. A sério. Sou uma pirosona.
Sem imagem de perfil

De Pseudo a 08.12.2015 às 21:35

Oh, deixa lá, eu também sou pirosona por gostar de ti, pirosona.

Já mandavas era o bolo, não? Prá próxima, faz sem passas e tens cliente para o bolo todo. :)
Imagem de perfil

De M.J. a 09.12.2015 às 11:59

este tem passas...
Sem imagem de perfil

De Cusca a 10.12.2015 às 10:56

Eu passo lá várias vezes à semana e não me apetece nadinha tirar um foto ao pé dele ... deve ser por ver 5.326 fotos no meu feed do facebook de pessoal com essa foto. É um pouco como a nova música da Adele. Tenho a mania.
Imagem de perfil

De M.J. a 11.12.2015 às 13:07

não é mania.
é só cansaço.

Comentar post



foto do autor