Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




havia

por M.J., em 08.11.16

havia um cão preto que rodava sobre si mesmo, na procura da cauda. 

havia um senhor que trabalhava de noite e dormia de dia.

havia um terraço com margaridas a cair sobre o muro.

havia brincos de princesa que eu rebentava com os dedos.

havia umas escadas a lavar-se na sexta feira santa. e verdes postos na rua na espera do Senhor.

havia quinhentos escudos em cada aniversário.

havia um gato branco, grande, que fechei num galinheiro para ver se podia caraquejar.

havia broa de milho, com uma cruz ao centro na massa branca.

havia uma cozinha escura com uma lareira que defumava mal.

havia uma panela de três pernas ao canto, com brasas pequenas por baixo.

havia um porco grande que grunhia ansiosamente, muito ao fundo.

havia bonecos de barro, lavados numa bacia verde.

havia caminhadas ao domingo.

havia camas pequenas, encostadas à parede, com lençóis de linho.

havias tu.

re.jpg

havia: há tanto tempo que não há. 

solenizemos, então, hoje o adeus.  

 

até sempre.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00


1 comentário

Imagem de perfil

De Quarentona a 08.11.2016 às 12:33

Brincos de Princesa são flores intrinsecamente ligadas às Avós, os terraços das minhas também estavam inundados de rosa e roxo...
Beijinho, Émejóta

Comentar post



foto do autor