Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




houve casório #2

por M.J., em 17.05.16

é possível que isto mace as pessoas mais sensíveis mas a vida é assim e assim se faz a vida.

não vos relato pormenores lamechas - não hoje - nem vos digo os clichés de sempre. sim, o dia passou a correr. sim, demasiados momentos para assimilar. sim, não comi nadinha a não ser dois camarões que me descascaram. sim, demasiada gente a quem dar atenção. sim, demasiada gente a dizer "e agora os bebés?". sim, muita coisa a fugir ao meu controlo.

sim, gostei.

como quando vivenciamos duas mil coisas ao mesmo tempo e depois precisamos de muitas horas, dias, para assimilar cada momento e nos saímos, assim do nada, enquanto enfardamos restos de leitão "e disto, lembras-te?"

vou deixando nos próximos tempos um relato - do possível - do dia. prometo que responderei a todos os e-mails e comentários mas uma pessoa está em lua de mel e não tem tempo para tudo.

o tempo diminuiu, posso garantir, mas alargá-lo-ei para agradecer a vossa gentileza. a vossa simpatia. a vossa presença.

 

seja como for, hoje ficam com mais um bocadinho do dia.

prometo ir deixando bocadinhos diários até saber que registei tudo o que quero recordar, daqui a uns tempos, para além das imagens.

quero recordar palavras, momentos, pormenores que fazem a diferença e que traduzem o que sou no que aconteceu.

podem sempre abandonar o barco caso isto se torne uma seca e regressar daqui a duas semanas.

 

o cabelo

o dia amanheceu chuvoso mas quando entrou em força pelas janelas eu tinha a cabeça dentro de um forno a fazer um barulho estranho. havia dormido umas quatro horas, na galhofa com a minha tânia, amiga de uma vida, madrinha de um momento. o mundo parecia-me difuso e as coisas não eram bem o que era suposto ser. faltava-me o sumo de fruta fresco, habitual nas manhãs, o pão integral torrado e o café. chovia nas janelas e não via o penteado apesar de ter sido feito um treino antes.

depois da coisa pronta e da tânia me ter ido buscar um café ao lado, servido com muitas mesuras numa chávena de porcelana, percebi que algo estava errado e quando cheguei ao carro desatei a chorar: eu era, meus senhores, asseguro sem medos de represálias, um travesti sem pila. o meu cabelo levantava de um lado e toda eu me sentia ridícula. como um homem sem barba a quem adicionaram mamas.

tinha um vestido em casa, uma maquilhadora profissional à espera mas o meu cabelo levantava na frente, dos lados e mais sítios houvesse.

e eu, M.J., mulher forte que não liga a certas coisas, dei por mim, apesar do nail art nas unhas, a chorar baba e ranho porque me sentia não uma baleia prenha, não uma lontra com braços gordos, não uma vaca almoçada, mas um senhor das obras com enchimento no peito, hormonas de voz e uma peruca a tapar a careca.

pronto.

para já é isto. 

 

 

 

#detalhe #vaihavercasório

Uma foto publicada por Maria João (@emedjay) em

Autoria e outros dados (tags, etc)

oh vai ver ali:

publicado às 10:00


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.05.2016 às 10:03

Não sejas picuinhas , estava giro
Imagem de perfil

De marrocoseodestino a 17.05.2016 às 10:08

Achar uma seca?
Oh pá que eu quero saber tudo.
Quanto ao cabelo, a sensibilidade do momento justifica a choradeira. Nem que ele estive sem estar levantado tu ias ver defeito, sem duvida.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 17.05.2016 às 10:19

e, no fim, o cabelo estava bem giro :D
Imagem de perfil

De (des)Esperança a 17.05.2016 às 12:08

ai que tonta, o cabelo!!! eheheheheh
Sem imagem de perfil

De Silent Man a 17.05.2016 às 12:28

Ah... A foto em que eu perguntei se estavas com cabelos brancos! :D

Imagem de perfil

De Maria Araújo a 17.05.2016 às 12:46

A humidade é lixada para o cabelo, MJ.
Mas sabes que gostei?
A simplicidade é tudo.

Imagem de perfil

De A rapariga do autocarro a 17.05.2016 às 13:36

Noiva sofre!
Sem imagem de perfil

De SP a 17.05.2016 às 15:18

So tenho a dizer isto: LOL!
Recordações que vão ficar para um dia que precises rir... 😉
Imagem de perfil

De Carina a 17.05.2016 às 18:56

Contratempos à parte... o gancho é lindo!

Comentar post