Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




M.J. explica

por M.J., em 02.06.15

Transtorno de personalidade paranóide é um transtorno mental caracterizado por paranoia e por um padrão invasivo de desconfiança e suspeitas generalizadas em relação aos outros, interpretando as intenções dos outros como malévolas.

Dentre os possíveis causadores do transtorno estão o excesso de ansiedade, experiências de agressividade frequentes na infância e adolescência (geralmente da família e/ou escola), cultura violenta e fatores genéticos. Se tornam pessoas difíceis de se conviver causando sérios prejuízos a seu desenvolvimento social, acadêmico, profissional e de relacionamentos amorosos saudáveis.

 

agora vamos todos trabalhar, sim?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:11


7 comentários

Imagem de perfil

De Gaffe a 02.06.2015 às 14:30

Oiçamos os sintomas muito simplificadinhos:
(...)
"Suspeição e desconfiança generalizada em relação aos outros, cujos motivos são interpretados como malevolentes, revelada por 4 ou mais dos seguintes:

1. Suspeitas infundadas de que outros o exploram, prejudicam ou enganam;
2. Atormenta-se com dúvidas injustificadas sobre a lealdade ou confiança de amigos ou sócios;
3. É relutante em confidenciar por medo injustificado de que as informações possam ser usadas contra ele;
4. Vê atitudes dissimuladas ou significados ameaçadores em comentários ou acontecimentos inofensivos;
5. 5. Mantém uma má vontade persistente (não perdoa insultos, injúrias ou desfeitas);
6. Percebe ataques ao seu carácter ou reputação que não são aparentes aos outros, sendo rápido a reagir com ira ou a contra-atacar;
7. Desconfianças injustificadas e recorrentes sobre fidelidade do conjugue ou companheiro.
(...)
uma elevada preocupação com a avaliação externa, bem como ao desenvolvimento de um sentimento de obrigação em relação às expectativas parentais. Consequentemente, poderá sentir-se não só humilhado, como passar muito tempo a pensar sobre o seu isolamento e maus tratos percebidos. Acaba por concluir que está sendo perseguido porque é alguém especial. (...)
Outros teóricos comentam que a pessoa poderá tender a atribuir aos outros o que existe verdadeiramente em si, de modo a experienciar menos sofrimento, o qual seria resultado de adoptar uma visão mais realista das suas fragilidades e conflitos internos."

Simples, não é?

Há mais aqui:
http://oficinadepsicologia.com/perturbacoes-de-personalidade/paranoide

É um site muito direitinho e bastante informativo. Ajuda mesmo com algumas estratégias de tratamento. Não resultam, mas ajuda.
Imagem de perfil

De M.J. a 02.06.2015 às 14:45

extremamente claro.
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.06.2015 às 15:18

Básico. Muito básico, mas muito explícito.
Acresce referir que há sintomatologia acrescida que nos permite diagnósticos mais complexos.

Marque 2 para falar com o psiquiatra.
Imagem de perfil

De Gaffe a 02.06.2015 às 17:23

E marque treuze se achar que "acresci" demais.
Imagem de perfil

De M.J. a 02.06.2015 às 19:41

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
ou marque quaranta se se mostra satisfeito com o serviço!
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 02.06.2015 às 18:45

ando um bocadito em baixo de forma...mas já me meteram no barulho, o que me irrita de sobremaneira.
estou com a neura, e eu com a neura não sou muito boa de assoar!
é só pr'avisar que comento o que quero, quem quero, e da maneira que quero (bem, se aqui as meninas aprovarem).
não tenho 20, nem 30, tenho 43, e não me assusto com insultos e ameaças em prosa poetico-pastoril!
agora...vou ali e já venho, que acabei de receber um email!
Imagem de perfil

De M.J. a 02.06.2015 às 19:44

vamos ao e-mail.
o resto... enfim: silenciemo-nos, na paz de cristo, que é pecado tudo o mais :P

Comentar post



foto do autor