Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




ao fim de semana faço um esforço para estarmos com amigos. desde que nos mudamos, e depois com toda a história do casamento, houve um afastamento que culminou na aproximação de toda a gente a juntar-se para celebrar o dia.

posto isto, decidi aos fins de semana marcar sempre qualquer coisa com alguém, seja um café na praia, um jantar cá em casa, uma ida ao cinema ou duas horas ao telefone.

imbuída neste espírito convidei uns amigos para jantar, adiantei o trabalho de hoje todo ontem e enfiei-me na cozinha, ainda mal cantara o galo, para fazer uso dos meus dotes culinários.

que não tenho.

pesquisei mil receitas na net. todas iguais diga-se, ou com nomes brasileiros. que raio é pimenta do reino? ou cheiro verde? é o jesus a snifar? nunca sei. depois de longas horas encontrei uma receita de natas do céu, umas espetadas de frango com abacaxi e um tagliatelle com cogumelos.

não vos conto as entradas que nunca mais saía daqui e tenho mesmo muito que fazer.

enfim, comecei pela sobremesa.

primeiro passo: separar as gemas das claras de quatro ovos. sim senhor, tudo a correr bem até ao quarto em que a puta da gema cai nas claras todas e me dá cabo do esquema. respira fundo MJ, murmurei, que já tens omeleta para o almoço.

tudo separado, claras batidas, vai de montar as natas. pacotes abertos (das natas seus porcos), natas para a tigela, batedeiras a postos (sim, sou demasiado pelintra para ter bimby) e vai de bater as ditas. com força.

pois que as filhas de mil carraças podres não ficam duras! ah pois! parece que é um problema corrente nas natas (nem imagino o que vos vai nessa mente) e é preciso persistência.

junta-lhe umas gotinhas de limão, diz a mamã ao telefone, quando já a transpirar deixo cair gotas de natas na roupa, no chão, a batedeira a pedir clemência, os meus ouvidos a morrer do barulho e as natas liquidas, ali, um rio branco, nada de castelo ou neve ou a puta que pariu esta merda toda.

pego no limão em desespero de causa. espirram-se natas para todo o lado. espremo para lá as gotinhas, entusiasmo-me, quase meio limão em glória a boiar naquilo.

(as natas, para que saibam, não montaram. mas deu um molho magnifico para salada.)

M.J. vai a correr comprar mais. há natas pela cozinha toda. despeja as natas novas, pega na batedeira, começa a bater. o que é que acontece?

nada.

 

resultado?

logo à noite há frutinha para sobremesa!

 

(o registo é este? disse muitos palavrões? o que é que é suposto fazer agora para ter quinhentos comentários? oferecer chupa chupas? ou molho de natas com limão?)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:55


11 comentários

Imagem de perfil

De Genny a 03.06.2016 às 14:02

As natas tem que estar um pouco no frigorífico (congelador também dá) antes de começar a batê-las. Juntas as gotas de limão e vais acrescentando o açúcar. Depois não compres as de melhor marca - sugestão de uma cozinheira: compra as mais "reles" - são as melhores para bater.
Bom jantar
Imagem de perfil

De ana a 03.06.2016 às 14:18

Para montar as natas, salvo seja, elas têm de estar bem frias e se forem daquelas próprias para bater, melhor. Ah e, pela minha experiência, elas não gostam da batedeira com muita velocidade no início.
E é isto. Às vezes não resulta na mesma.
Sem imagem de perfil

De Teresa Almeida a 03.06.2016 às 15:15

Pois uma boa saladinha de frutas, sem açúcar, natas ou leite condensado (coisa que vi muitas vezes como sendo o 'máximo' nas receitas brasileiras), é bem melhor que as ditas 'natas do céu'...Só foi chato ficar com a cozinha toda feita num molho de bróculos para (não) bater as ditas cujas
Sem imagem de perfil

De Inês a 03.06.2016 às 15:28

Se não forem natas frescas para mim não dá. Bem posso colocar com antecedência no frigorífico que nunca ficam bem espessas.
Para fazer um bom chantilly ou ter a garantia de umas natas bem "montadas", só mesmo com as da Longa Vida (e não, não recebo nada da marca).
Beijinhos
Inês
Sem imagem de perfil

De Isabel Camacho a 03.06.2016 às 17:32

Resultado? És uma anta ansiolítica!! :)
Imagem de perfil

De A Caracol a 04.06.2016 às 10:49

Para a próxima, caso ainda queiras tentar de novo, coloca as natas no frio durante um bom bocado. ;)
Frutinha é muito bom. E fit. Uma sobremesa muito, muito, in. :)
Imagem de perfil

De Filipa a 04.06.2016 às 15:43

Primeiro mandamento Sapiano:

JAMAIS falar -ou insinuar- numa hipotética quantidade de comentários.
É que depois, das duas, uma:
Ou és invejosa ou mal fodida.
Podes escolher, é o que vale.
Imagem de perfil

De M.J. a 08.06.2016 às 17:44

http://eagoraseila.blogs.sapo.pt/nao-me-enoja-944338

invejosa! a escolher sou invejosa!
invejo sempre a burrice alheia.
tenho a certeza que os burros são muito mais felizes.
basta ler os comentários que por aí circulam!
Imagem de perfil

De belitaarainhadoscouratos a 04.06.2016 às 17:46

para que saibas, também já me aconteceu milhentas vezes, até que uma alminha caridosa me disse que o melhor era ter sempre um pacote ou dois de natas no frigorífico, não vá o diabo tecê-las e ser preciso preparar ali num instantinho umas natas do céu ou coisas assim! e pronto, está lá sempre um pacotinho, normalmente usado quando está a razar a data limite :)
e fruta também é bom!
Sem imagem de perfil

De Joana B. a 06.06.2016 às 15:38

sobre as natas não tenho nada a dizer, já tens aqui muitos conselhos

Comentário 9 de 500
Sem imagem de perfil

De me a 07.06.2016 às 00:10

Vim só contribuir com 1 comentário :)
(Não me meto com sobremesas complicadas)

Comentar post