Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




mimi chegou

por M.J., em 01.03.16

mimi aqui vem.

mimi aqui está.

mimi aqui chega.

e diz mimi:

 

babysitter.jpg!Blog.jpg

 

 

Mimi apresenta-se ao mundo*

- Som, som, um dois, experiência… (feedback)

 

Olá, sou a Mimi e tenho tantos anos quantos os que quiser quando me levanto ou vou precisando durante o dia.

 
Sou mulher e também sou mãe. Normalmente consigo separar estas duas “valências” (chamo-lhes assim – hoje porque estou com nervos e a luz no palco sempre me deixou pouco bem-falante) e apesar de sentir um amor desmesurado pelos meus filhos, vou aprendendo a noção de que já cá andava há muitos anos e (às vezes, muitas, vá) sinto por mim uma estima que também não cabe em qualquer fita métrica e não é comparável a qualquer estima que sinta por alguém.

 
(feedback… [raios para o microfone da blogosfera])

 
Não vivo sozinha, não nasci sozinha, não cresci sozinha. Tive e tenho a sorte da Dona Vida ser muito generosa na atribuição de gente da boa para os “cargos” mais importantes. Claro que também demiti gente. Alguns por justa causa. E obviamente, houve gente que se chateou com as minhas coisinhas e apresentou a carta de demissão. Sobre algumas cheguei a chorar e sofrer.

 

Desculpem escrever muito, mas sou especialmente tagarela. [se precisarem, vão fazer um chichi e depois voltam, qu’ainda cá estarei – sempre tive inveja do João Baião].

 
Tenho os defeitos todos das pessoas comuns, porém passam-me pelos olhos e pela razão tantas teorias da psicologia [barata] que tento seguir, e às vezes tropeço [daí o meu síndrome vertiginoso – eu sou daquelas que acredita que as doencinhas podem ser provocadas por causa das emoções e vivências. Isto promete, senhores da razão, isto promete].

 
Esforço-me por sorrir e acenar, desvalorizar o que entendo como errado ou esmagador do meu egozinho [vão ver que é gigante e se me atrapalha muito a alegria], acreditar que as outras pessoas podem ter boas intenções que só foram mal sucedidas. Garanto que me esforço, contudo há dias em que só saem raios e coriscos dos meus pensamentos que filtro para não se traduzirem em palavras atiradas e jamais possíveis de apagar. (Mimi Costner Sparks!)

 
Este esforço transforma-me em Mimi(mimimimi).

 
(o speaker tenta dar seguimento ao espectáculo e as cortinas do palco começam a fechar)

 
Ah! Agradeço de coração a todos os que me deixam ser quem sou e hoje, especialmente, à M.J. (a quem gosto de chamar Ême Djay) por me acicatar o escrever para mais do que para os parafusos das gavetas)

 

(Mimi é arrastada pelo palco sob a ameaça de vestir um modelito que não a favorece porque aperta atrás e cruza os bracinhos à frente)

 

*Mundo, prepara-te: a Mimi escreve de forma peculiar. Vai absorvendo palavras e expressões, tiques de escrita, estilos e "bengalas" aqui e ali, que depois assume; o que resulta num pout pourri de ideias que exige plasticidade de raciocinio. Conclusão: Isto não é para todos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:30


22 comentários

Imagem de perfil

De Me, myself and I a 01.03.2016 às 10:37

Como dizer isto, sem ferir susceptibilidades? I fuckin love Mimi!
Imagem de perfil

De M.J. a 01.03.2016 às 10:42

a Mimi acredita que as doencinhas podem ser provocadas por causa das emoções e vivências.

não vás na conversa da Mimi.

sobretudo a adorares alguém sou eu, ouviste?
bem!!!!!!!!
Imagem de perfil

De Me, myself and I a 01.03.2016 às 10:49

Adorar? Só adoro Nosso Sr. Jesus Cristo! Certo???
Imagem de perfil

De À Mimi apraz escrever a 01.03.2016 às 10:52

Liga o exaustor e concentra-te no barulho constante. Relaxa.
(Gustavo Santos deu workshops no youtube e Mimi aprendeu)
Imagem de perfil

De À Mimi apraz escrever a 01.03.2016 às 10:50

Mimi adverte que isto não passará jamais de uma relação de escrita. :)
Também devem "lovar" a M.J (caso contrário desligar-me-á o microfone e daqui a 15 dias já ninguém sabe onde andam os meus textos - atentem ao esforço de Mimi para escrever na primeira pessoa.)
Suspeito que anda aí também muita Mimisice.
Imagem de perfil

De Me, myself and I a 01.03.2016 às 10:58

Agora baralhaste-me!
Para que conste....M.J tu és e serás sempre a special one!
Imagem de perfil

De À Mimi apraz escrever a 01.03.2016 às 11:04

-Mimi, respira fundo, Mimi. Tu és uma mulher.
É só o primeiro dia.
Imagem de perfil

De Me, myself and I a 01.03.2016 às 11:49

Esou a ver que a relação entre a Mimi e a M.J. está no fio da navalha!
Tadinhas de nós que estamos a por-nos no meio!!!
Imagem de perfil

De À Mimi apraz escrever a 01.03.2016 às 15:20

Acredito que mais dia menos dia tudo se resolverá. E acredito que esse dia está próximo porque todas têm vindo dizer que jamais igualarão Mimi a MJ em vossos corações.
Imagem de perfil

De Parva a 01.03.2016 às 10:48

Olha gostei da mimi mas descansa M.J. que gosto mais ti :)
Imagem de perfil

De À Mimi apraz escrever a 01.03.2016 às 10:54

Mimi respeita a Parva.
Aproveito até para fazer uma consideração em relação às paixonetas repentinas: desaprovo. Veto.
Vamos com calma. Quinze dias será um bom prazo para juntar alguma saudade desta Mimi delicodoce. Ou esquecê-la por completo até que ela apareça e consiga tomar um pouco dessa aorta ou carótida.
Imagem de perfil

De Parva a 02.03.2016 às 21:40

E a Parva respeita Mimi pois claro :)
Talvez a Parva se tenha expressado mal. O que a Parva queria dizer era que gostou da maneira como a Mimi se apresentou e até se identificou mas gostará sempre mais da M.J. porque foi a M.J. que lhe "apresentou" a Mimi.

Queres ver que esta coisa de se escrever na 3a pessoa se pega?? :D
Imagem de perfil

De À Mimi apraz escrever a 03.03.2016 às 09:42

Fazer considerações sobre a nossa pessoa tendo os olhos postos nela pode revelar-se libertador.
Durante anos invejei os jogadores da bola por conseguirem, tão naturalmente, praticar esse exercício de voltar à primeira infância de bradar ao mundo "Jardel está contente, Paulinho concretizou o golo". Enfim como se houvesse um prolongamento do relato radiofónico.

Mimi agradece o laudo.
Imagem de perfil

De A rapariga do autocarro a 01.03.2016 às 11:44

Afinal a Mimi é uma porreiraça!
Imagem de perfil

De À Mimi apraz escrever a 01.03.2016 às 15:18

Mimi é bem porreiraça, sim. Quando não é, faz aquele exercício de contar até muitos e voltar ao zero para não sair disparate.
Mimi também se enerva, mas sabe daquela coisa do karma e apela à psicologia dos livros de auto ajuda e tenta relevar.
Porém fica o conselho: não pedir para Mimi manter a calma. Mimi é doce, mas é bicho mulher. Pedir calma surte o efeito contrário.
Sem imagem de perfil

De marta a 01.03.2016 às 11:52

Fiquei com vontade de ler mais Mimi.
Imagem de perfil

De À Mimi apraz escrever a 01.03.2016 às 15:26

Penso que devem ser clarificados alguns detalhes, para não haver aborrecimentos futuros: Mimi não tem tatuagens e o único furinho visivel (para além dos fisiológicos) trata-se pois de uma marca da varicela, pelo que será dificil ler Mimi.
É provavel que haja algum chip ou código de barras, que também adianto ser do meu total desconhecimento, que me identifique como cidadã extraplanetária, pois muitas vezes Mimi constata alguma incompreensão alheia que talvez se justifique com a naturalidade além planeta.
Todavia deixo o meu sincero agradecimento e aqui estarei quinzenalmente (enquanto M.J. estiver com bom feitio) com os meus textos que muito gosto terei de os entregar aos vossos olhos e sentimentos. (Mimi a poeta)
Sem imagem de perfil

De marta a 01.03.2016 às 16:33

Mimi, com esta resposta deixou-me ainda com mais vontade de "a ler", mas, deixe-me também clarificar alguns detalhes,tendo eu acabado de a "conhecer", creio ser permaturo tentar ler-lhe tatuagens e saber sobre os seus furinhos, fisiológicos ou não. :D
Ficarei a aguardar ansiosamente por essa visita quinzenal, assim Mj, na sua imensa sabedoria o permita.
Sem imagem de perfil

De Sarabudja a 01.03.2016 às 14:11

Ó MJ estou contigo nisto de esmurrar a trombinha da Mimi. Tem arzinho de quem tem muitos amigos no recreio, dá beijinho nos dói dói dos mais pequeninos.
Não sei se estou para atura-la. Não, não.
Imagem de perfil

De À Mimi apraz escrever a 01.03.2016 às 15:31

Rever possiveis patologias do foro comportamental.
Sugestão de leitura: Não sei quantas almas tenho. FP
Sem imagem de perfil

De Joana B. a 01.03.2016 às 14:27

gostei da Mimi
Imagem de perfil

De À Mimi apraz escrever a 01.03.2016 às 15:33

Haja alguém que revela comedida sensatez e requintado gosto.

Comentar post