Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




não venham com merdas

por M.J., em 21.09.15

quinhentos euros em material escolar? compram quê? livros debruados a ouro ou põem os putos a escolher cadernos do filme frozen?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:40


20 comentários

Imagem de perfil

De Magda L Pais a 21.09.2015 às 14:54

pois que não... mesmo comprando marcas brancas.. a média ronda os 500 euros sim
Imagem de perfil

De M.J. a 21.09.2015 às 15:07

eu acho que depende dos anos de escolaridade de cada miúdo.
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 21.09.2015 às 16:24

tens razão, gasto menos desde que ele passou para o 10º ano. São menos disciplinas.
Sem imagem de perfil

De Sarabudja a 21.09.2015 às 15:01

E canetas com cheiro a pum de monge tibetano?

Sei da Carla esteticista que comprou também afias que aproveitam o que sai do lápis para fazer confetis; mochilas com uma pequena boneca biónica - a Célia Sónia, a filha, é única, precisa de companhia.
Num instantinho gastou para mais de uma fortuna.
Eu fiquei-me pelos 170 em manuais e uns 50 para material. Sou uma má mãe, é o que é!
Imagem de perfil

De M.J. a 21.09.2015 às 15:08

ahahahahahahahahahahah

marcas brancas? chineses? reaproveitamentos? ou tudo normalinho?
Sem imagem de perfil

De Sarabudja a 21.09.2015 às 15:14

Marcas mais ou menos. Miúdo no 5º ano. Pouca exigência, sem mochila (a que tinha está categoria!) Quatro cadernos (um daqueles com quatro disciplinas, mais o de matemática, o de música e um para as aulas teóricas de educação física), o portfolio, as canetas bic, lapiseiras, minas, borracha, marcador fluorescente, uma caixa de lápis de cor e uma régua.
O professor de Ed. Visual deve fazer uma lista, mas suponho que não ultrapasse os 20 ou 30 euros, segundo o próprio professor.

Terei outras despesas porque o jovem toca um instrumento musical, mas isso são outras contas, acho eu!
Imagem de perfil

De M.J. a 21.09.2015 às 15:21

lá está. acho que depende das zonas, das escolas e dos anos de cada miúdo. mas causa-me aflição ver putos nos supermercados a exigir aos pais cadernos da marca a ou b. e os pais, com sacrifícios gastarem rios de dinheiro em coisas que depois são atiradas para um canto no recreio.
Sem imagem de perfil

De Sarabudja a 21.09.2015 às 15:28

Cá para nós, o meu mais velho gosta da roupa com pinta, da sua sapatilha de marca (que estima), da mochila de marca (que estima e dura), de saber que chega a casa e tem conforto.
Escolheu a cor do material, eu escolhi o preço que queria gastar mediante as necessidades dele. Não comprei nada que o possa envergonhar, acho que as coisas têm qualidade suficiente para aguentar este primeiro ano numa escola nova.

Vou incutindo que somos uma família, que todos temos que constribuir para o bem estar. Se exigir o caderno x, não vou ter dinheiro para o pacote de aletria e para os ovos que todos comem.
Tem resultado com o mais velho. A mais nova ainda vive no mundo das purpurinas e das fadas. Sonha alto, mas esquece rápido. E gosta muito de aletria para a sobremesa.
Imagem de perfil

De M.J. a 21.09.2015 às 15:46

gostava de conseguir educar, um dia, com essa clareza, essa sensatez e esse altruísmo.
creio no entanto, que sou demasiado egoísta e impulsiva para o efeito.
Sem imagem de perfil

De Sarabudja a 21.09.2015 às 16:32

A base da educação dos meus filhos é o grande amor que por eles tenho. O segredo é o humor. O bom e o mau nas alturas que considero que devo usar.

Não falo com eles como se falasse para pequenos adultos. Falo com eles em dezanês e quatranês. Só assim entendem. Ralho com eles, mas lembro-lhes sempre que ralho porque não desisto deles. Que se lhes não tivesse este Amor e Bem querer, pouco me importaria se eram uns insuportáveis ou uns meninos educados (para a idade que têm.).

Falho tantas vezes, tantas vezes me convenço de que sou soberana nisto de pensar e eles lembram-me quão pascácia estou a ser.

Ainda que sejas egoísta, és capaz de cuidar e cuidar vai muito além de suprir necessidades básicas. Cuidar significa olhar pelo outro, para o outro. Vá, és capaz sim.

Isto parece um daqueles programas manhosos e livros de auto ajuda.
Não se pode falar nos meus meninos que fico assim: toda corações, bolinhas de sabão, tranquilidade à base de céu azul. 'Rais me partam.
Sem imagem de perfil

De Suspiro a 21.09.2015 às 15:02

Eu também fico sempre a pensar o que incluem nessas contas, porque por aqui nunca chegamos a esses valores.
Em livros este ano foram 220€ e em material cerca de 40€. A mochila foi um extra e foi comprada com dinheiro que a minha filha juntou ao longo do ano. Nessas contas que fazem devem incluir também material para ginástica.
Imagem de perfil

De M.J. a 21.09.2015 às 15:08

sim. se incluírem o material para a ginástica a coisa deve subir.
Imagem de perfil

De Dona Pavlova a 21.09.2015 às 19:03

E agora vou eu meter o "bedelho". lol Na Educação Física, vulgo "ginástica", não se pede nada que as crianças não tenham em casa, à excepção das sabrinas (que nem sempre são exigidas). Pede-se um fato de treino, uma t-shirt, uns ténis e o material para a higiene. Ninguém exige que o equipamento seja de marca, só se se assim for é que o preço sobe consideravelmente.
Imagem de perfil

De M.J. a 22.09.2015 às 12:35

além de que os miudos, na maioria, já todos têm tshirts e calças de algodão aos montes em casa...
Sem imagem de perfil

De Ana a 21.09.2015 às 15:51

Eu não consigo também entender esse valor de 500€, inclui manuais certo? Mesmo assim acho um exagero... este ano houve gasto com a mochila que era mesmo necessária e faço questão que seja boa (reforçada, alças almofadadas...) mas dentro de certos limites.
De resto por enquanto mais 30€ para começar, o que vier depois pedidos pelos professores lá se vai comprar (e comparara) qualidade/preço.
Mas há uma educação de não se pedir marcas nem comprar um caderno de marca pelo triplo (ou mais) de um caderno "normal"...
Imagem de perfil

De M.J. a 21.09.2015 às 15:54

creio que sim, que inclui manuais. seja como seja, do que tenho aqui lido, ninguém acha que chega aos quinhentos, mesmo com manuais.
Imagem de perfil

De oBomIdiota a 21.09.2015 às 17:19

Devem comprar esferográficas Mont Blanc, mochilas da LV, e cadernos de papel timbrado.
Imagem de perfil

De M.J. a 22.09.2015 às 12:35

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

quem sabe... conheci um pai divorciado que sempre que a filha de cinco anos chegava a casa vestida com roupa da zara tirava-lha e punha fora dizendo que aquilo não era adequado ao status da família...
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 22.09.2015 às 09:04

Ontem, a minha irmã comprou 2 livros, 12°ano, os outros a filha herdou-os do primo, e pagou cerca de 90€.
A minha sobrinha teve o azar de "apanhar" manuais que mudaram nestes anos do secundário e, como podes deduzir, de cada vez que há manuais novos, compras mais caros.
Felizmente, a miúda preserva as coisas, evita comprar materiais de marca, foi educada a poupar.
A mochila que lhe fez o ensino básico todo ainda existe.
Quando entrou para o secundário, comprou uma de marca, a que usa para tudo, mas foi ela que a pagou.
Acho que está nos pais educar os filhos a terem o que é estritamente necessário.

P.S.:
Gostei dos comentários que li neste teu post.
Imagem de perfil

De M.J. a 22.09.2015 às 12:34

os meus comentadores são todos um espetáculo :)

Comentar post