Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




no mural do facebook

por M.J., em 01.01.18

descubro que 2017 foi para TODAS AS PESSOAS um ano repleto de altos e baixos, com coisas boas e más sendo as más superadas.

que houveram dias melhores e piores, estradas com curvas e rectas, dias de sorrisos e outros de lágrimas.

que se perdeu coisas e gente mas o que interessa é o que ficou.

que se aprendeu com as derrotas, que o que não matou fez mais forte e que as pedras estão a construir os castelos.

que o essencial é invisivel aos olhos e que a vida é uma benção. 

que se tiraram fotos bonitas e outras menos bonitas que não vêem a luz nem a ribalta de uma legenda que toda a gente escreve, em todas as fotos, iguais, de quem contempla isto e aquilo, com olhos postos em todo o lado menos na câmara, para dar a entender que não se percebia que alguém estava a tirar a foto por si pedida. 

 

no mural do facebook, do instagram e das conversas que ouço, em testamentos resumidos de 2017, constato que foi um ano igualzinho para todos, que as mesmas lições foram aprendidas e que as metas feitas agora para os 365 dias que começam são iguais aos milhões de euros queimados em fogo de artifício por esse mundo fora:

  • distraem durante um bocado de tempo;
  • são muitos bonitas;
  • iluminam as pessoas de esperança;
  • mas não duram mais do que quinze minutos até serem esquecidas em fumo e nevoeiro nas trivialidades dos dias que nos fazem. 

 

olá, o meu nome é M.J. e voltei.

como estão todos?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:39


6 comentários

Imagem de perfil

De Quarentona a 02.01.2018 às 10:29

Bom Ano, Émejóta :))))

Comentar post



foto do autor