Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




ouvi a rita ferro rodrigues no unas

por M.J., em 18.11.16

e chego a duas conclusões:

a. seja o sinel de cordes com piadas misóginas, seja a rita ferro rodrigues a clamar o poder da mulher capaz, o unas termina sempre com "respect pá, é a tua cena". 

b. não percebo qual é a rita menos credível: se a que chula velhinhas a gastarem sessenta cêntimos aos domingos ou a que diz que nenhuma piada sexista tem piada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:18


4 comentários

Imagem de perfil

De Fleuma a 18.11.2016 às 16:41

Se me é permitido, creio que se formos realmente racionais, todas as piadas devem ser aceites. Existe a violência física que não deveria ser aceite, a não ser como último recurso e defesa. Mas o humor, mesmo que supostamente nojento, existe e deve existir. Claro que as graçolas magoam e são muito cruéis, mas ( e isto dito por alguém como eu que tem um fraco sentido de humor) a liberdade de expressão é assim. Mesmo que custe aceitar. E depois existe sempre o outro lado da moeda, eu só aceito piadas se quiser. No caso do sinel de cordes é nitidamente para provocar. Nada mais. Segue a escola de grandes como Bill Burr ou George Carlin: puro terrorismo social. Faz bem a certas alminhas.
A outra senhora ... acho que nenhuma delas é credível.

Saúde,
Imagem de perfil

De M.J. a 18.11.2016 às 16:45

concordo.
o post (talvez não conseguido) ia no sentido de não entender como pode alguém como a senhora em causa assumir-se moralista (ainda que todos o sejamos, verdade seja dita, e eu acabe amíude por cair em contradição) quando toma atitudes tão contraditórias.

(e gosto muito do sinel.)
Imagem de perfil

De Fleuma a 18.11.2016 às 16:52

Entendi.
Sem imagem de perfil

De Cristina a 18.11.2016 às 20:19

essa Rita não tem qualquer credibilidade.
faz demasiado frete ao fim de semana e rompe em histeria nos dias úteis.

Comentar post



foto do autor