Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




parvoeiras.

por M.J., em 06.09.16

este blog começou porque uma pessoa parva, uma catraia mesmo parva, decidiu escrever as suas parvoíces para quem quisesse ler.

a parva escreveu e foi lida por mais gente do que alguma vez acharia. cada vez mais parva a pessoa parva que escreve esta parvoeira gostava muito de saber quem são os que acompanham a sua parvoíce desde há mais de um ano.

esta parvinha dá-vos conteúdo diário pelo que entende que não vos custaria muito acusarem-se, mesmo que não o façam por norma. 

é uma parvoíce importante. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:30


81 comentários

Imagem de perfil

De Gaffe a 06.09.2016 às 15:54

Eu sigo-te penso que desde sempre.
Penso que mudaste. Mudaste muito.
Ao longo deste tempo, foste alterando o teu modo de escrever e de me dizeres do teu mundo. O teu registo é diferente agora. Mais elaborado. Mais intrincado. Talvez menos claro e menos livre.
Sigo-te por tudo o que já te disse. Sigo-te também porque mudaste.
Às vezes tenho saudades tuas, da MJ que vi e que sinto que me escapou, mas estou ao teu lado, seja como for.
Imagem de perfil

De M.J. a 06.09.2016 às 15:59

mudamos.
e isso tem - lógica da batata - coisas boas e coisas más.

sabes que és, de todos - por que não confessar? - o meu amor neste "mundo".
entreguei-te a imagem do que sou fora de palavras escritas.
creio que isso também terá mudado quem vês?
Imagem de perfil

De Gaffe a 06.09.2016 às 16:29

Mudei. Eu sei. Tanto!
Evito que se note no que escrevo. Procuro continuar a ser parva e fútil e levezinha e tonta e inútil, mas sei que há alguma coisinha que me deixou mais agreste e mais grosseira, mais implacável. Às vezes, não consigo disfarçar. Não é bom.

Continuas a ser a minha favorita.
:)
Não entendi como poderia ter mudado o que vi e vejo em ti, porque te vi fora das palavras. É uma tontice tua (gosto destas tuas tolices).
Construíste-te devagarinho aqui dentro de mim. Uma construção sólida, com lanhos breves. Nada se altera através do que é visto, quando foi erguido com o que é sentido. O que se vê apenas, meu amor, é tão insuficiente, tão pouco importante, tão irrisório, ao lado do que se sente!
Imagem de perfil

De M.J. a 06.09.2016 às 16:31

nota. nota-se.
mudamos e isso é quem somos. e isso chega.

às vezes penso em escrever-te todas as noites. um mail por dia. com mais ou menos palavras.
acabo sempre por desistir. ainda não percebi porquê.
Imagem de perfil

De Gaffe a 06.09.2016 às 16:48

Vou sussurrar-te um segredo:
Sempre, sempre, sempre tive um medo terrível que os "genes" atacassem.

Agora percebo que este ataque é lento. Começa e evolui sem que me aperceba. Vou acabar como é suposto. Uma cabra gelada e implacável, a assustar os outros com a puta da maldita competência e infalibilidade acima de toda a suspeita.

Vou acabar assassina.
:)

(Às vezes, um mail atrasa o evoluir da doença.)
Imagem de perfil

De M.J. a 06.09.2016 às 16:51

(para lá dos genes está o coração).

um mail por dia.
ou pelo menos a tentativa de. pode escapar um de vez em quando.

assim será.
Imagem de perfil

De Olívia a 06.09.2016 às 15:55

Há um ano talvez andasse aqui muito de quando em vez, pela calada, através de uma ou outra referência a este espaço criativo... depois penso que nos"cruzámos" no aprender uma coisa nova por dia.
Depois, tu sabes...
Ah, eu também leio os teus telegramas... sim que ser mãe não nos impede de andar na net a altas horas...
Imagem de perfil

De M.J. a 06.09.2016 às 15:59

sei.
sabemos as duas e isso basta ;)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.09.2016 às 15:57

Eu tb sou parvo...☺☺
Imagem de perfil

De M.J. a 06.09.2016 às 16:13

dois parvos já é muita gente parva :)
Imagem de perfil

De Vitória a 06.09.2016 às 17:46

Não lembro o tempo que sigo, raramente comento, mas leio, tenho alguns blogs no facebook para me facilitar as leituras.

Porque leio? porque gosto desta tua "mistura" textos profundos, e logo a seguir o maior disparate, verdades ditas de maneira frontal, sem filtros, ideias soltas.

Gosto da tua inconstância, olha, sei lá.
Imagem de perfil

De M.J. a 06.09.2016 às 19:34

percebido. :D

(e, de facto, inconstância é o meu nome do meio).
Imagem de perfil

De Paula Ribeiro Santos a 06.09.2016 às 17:57

Olá... eu acho que te sigo desde o inicio do meu blog!
Digo eu...

Imagem de perfil

De M.J. a 06.09.2016 às 20:33

dizes tu e não te enganas ;)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.09.2016 às 18:46

Sigo o seu blog,religiosamente. a mais de um ano, porque me rio, divirto,
e passo o tempo.
Acho que se menospreza, mas considero-a fantástica.
Fatima
Imagem de perfil

De M.J. a 06.09.2016 às 20:33

caramba Fátima, tanto elogio e só agora me diz? :)
Imagem de perfil

De A Caracol a 06.09.2016 às 18:49

Presente!
Mas não me perguntes tempo, tá? Mal sei o ano em que nasci...
Imagem de perfil

De M.J. a 06.09.2016 às 20:34

desde que vás ficando podes ter nascido ontem :D
Sem imagem de perfil

De conta corrente a 06.09.2016 às 19:26

15 dias religiosamente sem parar.

Daqui por um ano digo te que fiz um ano :)
Imagem de perfil

De M.J. a 06.09.2016 às 20:34

assim espero.
podes marcar na agenda :D
Sem imagem de perfil

De petrolina a 06.09.2016 às 21:18

Leio-te há muito tempo (não que o tempo seja importante).
Encontrei-te.por acaso e nunca mais te larguei...gosto da tua autenticidade, das tuas banalidades, do teu humor (eu sei, eu sei que há quem ache que não tens)...é tao difícil hoje em dia identificar-mo-nos com pedaços de alguém. Irritas-me (quando racionalizas tudo demais- deve ser porque me.lembro de como ja fui) e as vezes queria dar-te uns abanões. No.momento a seguir fazes me rir (vou parecendo uma parva a rir para.o telefone) ou constatar como és inteligente. Ou como me fazes sentir.mais normal quando falo de maternidade....Há pessoas que gosto de ter por perto mesmo.com um oceano de distância. Tu és uma delas.
Imagem de perfil

De M.J. a 07.09.2016 às 15:03

muito mais perto com um oceano no meio do que sentada na cadeira do lado.
a distância é transponível em palavras.
sobretudo as escritas.

(obrigada. gosto de ti. fazem-me falta os teus desvaneios).
Imagem de perfil

De Bolinha de Pelo a 06.09.2016 às 21:56

Eu não sigo o teu blog à um ano, ma no mês de Agosto tive mais tempo para o acompanhar e é um blog que gosto e sempre que tiver um tempinho...agora já não me é possível ter a vida tão livre, mas sempre que tiver um tempo venho aqui dar um olho...
Imagem de perfil

De M.J. a 07.09.2016 às 15:03

combinado ;)

Comentar post