Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




quando estou muito mas muito cansada

por M.J., em 27.06.18

que a gravidez tem disto (hei-de escrever sobre o assunto, a falta de rosas, os espinhos completos, a incapacidade de trabalhar, comer, mexer-me ou outra que não fosse praticamente vomitar nos primeiros três meses) respiro fundo e lembro-me de todas as vezes que o rapaz se levanta às sete da manhã, chega a casa às sete da tarde, janta e vai trabalhar novamente até às 2 da manhã para conseguir fazer aquilo a que nos propusemos quando casamos, nos objetivos triviais de uma vida doméstica banal.

e lembro sobretudo do mantra que ele usa, cansado, esgotado:

o mérito não está em se trabalhar motivado. o mérito encontra-se quando conseguimos manter o ritmo mesmo que a desmotivação aumente e o cansaço consuma.

 

sinto-me tão cansada que podia jurar ter corrido duas maratonas.

mas prossigo.

o mérito está nisso mesmo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:28


12 comentários

Sem imagem de perfil

De RC a 03.07.2018 às 06:19

Ando a trabalhar tao, mas tao desmotivada que me doi a incompetencia que sinto no meu trabalho. Gostava de ter a forca de vontade desse teu moco, gostava de ter um sonho que me fizesse ir apesar da desmotivacao.

Saudades vossas (Ja sabes, daqui a um ano, mais coisa menos coisas, tem (isto e' um plural num teclado em que da muito trabalho os por) que vir fazer uma visita, os 3! Que ha que aproveitar a idade em que os putos ainda nao pagam bilhete de aviao e ainda nao conseguem correr pelos corredores do mesmo enquanto tentas dormir e nao incomodar os outros)

Comentar post



foto do autor