Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




estou viciada em café. 

viciada, meus senhores, mas a sério. diria mais e, em cinco palavras: li-te-ral-men-te!

não é só aquela coisa do "ai que gosto tanto do café", "ai que o café me põe mais desperta", "ai que sem café não acordo", "ai café".

não meus senhores, a coisa é mais grave.

 

explico:

ontem, no fabuloso dia de cão que estava a ter percebi que:

i) não tinha dinheiro na carteira;

ii) o multibanco mais próximo não tinha dinheiro;

iii) o segundo multibanco mais próximo não tinha dinheiro.

iv) para ir ao terceiro multibanco mais próximo só de carro e não me apetecia.

v) em consequência, sem dinheiro o dia todo não tomei café.

 

a meio da tarde comecei a sentir fortes pontadas na cabeça. como que se virar a dita fosse proibido. como que se baixar fosse proibido. como se os gestos bruscos fossem iguais a dias de ressaca.

associei logo a dois aneurismas e a um tumor (a minha hipocondria é do catano) e bebi águinha. não ajudou lá muito e oh despois veio todo um mau estar geral. daqueles de sentirmos o corpo pesado (ainda mais), sem nenhuma energia, dois ou três tremeliques, a sensação de abatimento físico.

numa palavra: uma merdinha (são duas pronto).

 

saí mais cedo.

estava cinzento e pensei que aquela coisa toda fosse o meu corpo chateado com o clima. em casa arrastei-me para o sofá como um desidratado para uma poça de água. doía-me tudo e a cabeça ainda mais. não me lembrei do café. comi chocolate sem açúcar guardado para os dias feios.

não resolveu.

quando o rapaz chegou eu estava convencida que ia morrer. jantei com apetite (mesmo com os cinco aneurismas e os dois tumores que estava convencida ter a fome não me falta) e voltei a arrastar-me para o sofá.

e de repente, meus senhores, fez-se luz. era a falta da cafeína.

eu estava, literalmente, a ressacar.

 

minha nossa senhora virgem e mãe!

 

eu estava a ressacar de café! eu! que não toco em álcool há quase anos. eu, que não fumo. eu, que contrario o vício do açúcar com força. eu, que me acho superior a vícios estava a ressacar por falta de cafeína.

e se entrarmos em guerra?

uma pessoa tem de se preocupar em não morrer de fome, em não perder os óculos e ainda em ter café? conseguem imaginar-me a andar aí pelas esquinas com uma naifa no bolso enquanto pergunto a pessoas sem dentes e tatuagem na cara "tens material? cinquenta paus por uma dose?" sentando-me depois, rota e esfarrapada a beber cafezinho numa chávena de porcelana com o dedo mendinho esticado?

mas isto cabe na cabeça de alguém?

 

tomei um banho quente. enquanto me afundava em água ponderei entrar numa clínica de recuperação. nos caféólicos anónimos (isso existe?) onde - com um lenço na cabeça e óculos escuros para não ser reconhecida - dizia "olá eu sou a M.J. e sou viciada em café. nem gosto do sabor, nem nada, mas bebo uns três ao dia e não sou capaz de largar. ainda para mais tingem os dentes e tuuuuuuuuuuudo! alguém que me ajude"

adormeci convencida de que ia largar o vício, ficar limpa, tornar o meu corpo um templo, livre para todo o sempre de cafeína.

 

uma consumição.

 

hoje de manhã acordei com a mesma dor de cabeça de ontem.

tomei outro banho.

disse mentalmente um valente "safoda, meus amigos".

saquei da máquina de café e de uma cápsula. de uma chávena das maiores e enchia-a quase até transbordar. bebi de um trago e soltei um valente ahhhhh com hálito a café.

hoje estou aqui para as curvas

 

e agora vou inteirar-me de uma associação amiga dos dependentes de café, que me acolha e me proteja nesta hora de maior fragilidade.

estou lixada meus amigos, absolutamente lixada.

mas com cafeína até aos olhos!

 

F I.png

vem ter comigo ao facebook - aqui,  e instagram - aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

oh vai ver ali:

publicado às 11:00


15 comentários

Imagem de perfil

De Fleuma a 01.02.2017 às 11:23

Não existe salvação.

Isto afirmado por um viciado que já tudo tentou para fugir do hábito. Triste ideia!

Mas como se pode resistir a um café após uma longa jornada de sono? Como se pode afastar este demo numa manhã de nevoeiro fria e cinzenta? Como?? E o hálito? Maná do céu!!

Saude,
Imagem de perfil

De M.J. a 01.02.2017 às 15:05

ora aí está a questão! sobretudo quando já é vício! nada a fazer, nada a fazer.
Imagem de perfil

De Genny a 01.02.2017 às 11:26

Sofro da mesma doença
Imagem de perfil

De M.J. a 01.02.2017 às 15:05

com ressaca e tudo?
Imagem de perfil

De Genny a 01.02.2017 às 15:27

Enxaqueca, mesmo
Imagem de perfil

De nada acontece por acaso a 01.02.2017 às 11:51

Sofro exactamente do mesmo mal, e ai de quem se atrever a passar-me pela frente nessas alturas. As dores de cabeças que tenho quando não bebo café são tal e qual as fortes enxaquecas que tenho volta não volta.
Café antes de tudo, depois tudo bem.
Imagem de perfil

De M.J. a 01.02.2017 às 15:06

já não me sinto tão só.
Imagem de perfil

De C.S. a 01.02.2017 às 12:13

muito bom! Eu também bebo uns dois, às vezes, três por dia, mas já fiquei alguns dias sem beber e nada me aconteceu. Ainda bem, porque não quero ir para a clínica.
Imagem de perfil

De M.J. a 01.02.2017 às 15:06

olha que sorte... a mim deu mesmo sintomas de ressaca e só por um dia. creio que sou uma menina (mas eu também sou daquelas que cai para o lado com dois copos de vinho).
Imagem de perfil

De C.S. a 01.02.2017 às 19:18

Relativamente ao vinho, a história é outra...
Imagem de perfil

De Gaffe a 01.02.2017 às 14:27

O nosso rapagão depende do café. Embebeda-se em café. Injecta café nas veias. Três cafés por dia é uma brincadeirinha de meninas se falarmos nele.
Sabes que o café ajuda muitíssimo a minimizar as enxaquecas?
Imagem de perfil

De M.J. a 01.02.2017 às 15:07

não fazia ideia. aliás achava que o café servia apenas como estimulante.
assim sendo, entendo porque ele bebe tanto café...
Imagem de perfil

De M.J. a 01.02.2017 às 15:07

ah! voltaste!!!!!!!!!!!!!!

tinha tantas saudades!
Imagem de perfil

De Gaffe a 01.02.2017 às 16:18

Serias a 1ª a saber se decidisse abandonar de vez estas andanças.
Vinhas comigo para onde quer que fosse.
:)

No caso dele não se trata exactamente de enxaqueca. É bastante pior. O homem é um herói.
Sem imagem de perfil

De Joana B. a 01.02.2017 às 16:33

bebo uns 3 cafés por dia, ao fim de semana se acordar mais tarde e não beber café começo a ficar com dores de cabeça.
no outro dia, ao final do dia estava a precisar de mais um cafézito e tudo me irritava, tive mesmo de ir beber o café para ficar normal

Comentar post



foto do autor