Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




com muita força e não podemos mesmo rir?

 

imaginem um senhor a dizer, constantemente, "gajo" num depoimento em Tribunal, com a mesma naturalidade com que diz pá, merdas, pantanas, que se lixe, e afins, imaginem isso e imaginem a cara de riso dos advogados, sempre que o homem era chamado à atenção e não percebia porquê. 

 

há quem diga caralho com a mesma naturalidade com que diz pão. 

e tal como diria o ferreiro na minha terra:

pois oh senhor padre, o mal está em mim que digo sem pensar, ou em si, que pensa no mal das coisas que digo bem?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:08


4 comentários

Imagem de perfil

De Sandra Dias a 19.01.2018 às 14:43

As pessoas devem falar correctamente e há certas palavras que não se devem dizer a toda a hora e em determinados locais, como por exemplo num tribunal não é o sítio indicado para se referir a outras pessoas como "gajos" acho que deve haver um meio termo para tudo, tudo o que é demais não é apropriado. Tem a ver com a educação das pessoas e dos seus valores e princípios que supostamente devem de vir do berço e devem ser adequados e respeitar os outros é o principal.
Há certas pessoas que não se tocam e dizem tudo o que lhes vem à cabeça.
É assim esta sociedade em que vivemos. Foi um tema interessante que partilhaste.
Sem imagem de perfil

De Cristina M. a 19.01.2018 às 15:17

#jesuisferreiro
Imagem de perfil

De Pandora a 19.01.2018 às 15:20

Sábio ferreiro.

Comentar post



foto do autor