Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



coisas que só a mim

por M.J., em 12.07.17

por vários motivos - muitos mesmo, incluindo satisfação pessoal - tenho estado em contacto com manipulação de imagens, noções básicas de fotografia, cores, conteúdo digital, entre outras mil coisinhas que são um mundo.

 

um dia destes, quietinha em casa, recebi um e-mail propondo a frequência de uma formação de photoshop. delirei: cinquenta horas gratuitas e validação a nível de ufcd, pós laboral, pertíssimo de minha casa era um  achado. 

oh lá, lá, disse em alto e bom som, finalmente fui bafejada pela sorte dos deuses do photoshop? pelo que, sem grandes delongas me inscrevi.

seleccionada para frequentar a coisa apresentei-me no dia, consciente da minha vontade de aprender mas, sobretudo, do meu total desconhecimento de como a coisa se processava... pelo que, enfim, quando sentada na cadeira comecei a perceber que o pessoal dominava o assunto  muitíssimo bem, ainda antes do formador começar a falar, comecei a sentir um ligeiro desconforto.

 

pois muito bem, aquele era apenas um resquício do que aí vinha. 

 

boa tarde, disse o formador, na área reservada irão encontrar uma montagem com o antes e depois de uma fotografia. por favor peguem no antes e transformem-no no depois. têm 45 minutos. 

sem delongas, pega, toma lá que já almoçaste. 

mas...

mas...

mas como assim? pensei eu, como assim imagem, mudar, quarenta e cinco minutos?

como...?

de que...

hã?

se eu nem sabia como raio abrir a fotografia, como iria melhorá-la?

sim senhores! lindo serviço!

como coisas drásticas exigem respostas mais drásticas, afastei ligeiramente a cadeira e fiz aquilo que me recusei a fazer durante 16 ou 17 anos de estudo: copiei os passos da colega do lado, pelo canto do olho, abrindo a fotografia no ecrã.

pronto, pensei, a partir de agora é sempre a melhorar. 

só que não:

na minha frente uma tela cinzenta, uma imagem e um montão de botões que não fazia a mínima ideia para que serviam.

assim, eu e a foto de uma senhora, pejada de borbulhas, ambas ali as duas, a olhar uma para a outra, sendo que ela devia ficar mais bonita pela minha acção, contando com as minhas capacidades para lhe subir a auto-estima e corrigir a acne. e o fundo onde estava. e o cabelo.

oh meu deus!!! pois se nem o meu próprio cabelo eu consigo corrigir, como raio faço ao alheio??????

 

quinze minutos depois, passados em intensa agonia,

vou embora ou fico?

levanto o rabo, finjo que preciso de atender um telefonema e desapareço?

caio e desmaio?

digo que não percebo um cu disto?

o quê?

meus deus, me dê uma santa luz, alguém que me ajude a não fazer figura de ursa,

cada vez mais pálida e quieta, o formador aproxima-se de mim, o resto da sala em frenética actividade, cliques daqui, cliques dali, risadinhas, mais cliques e pergunta:

- domina photoshop?

e eu, a voz a tremelicar, mais corada que uma camisola do benfica depois de um jogo de noventa minutos:

 - não...? acrescentando, numa réstia de desculpa, por isso é que me inscrevi?

e ele, voz cansada, como se aquilo fosse um erro comum e banal:

- sabe que isto é photoshop nível avançado, não sabe?

e eu, ai meu deus que agora além de feia, burra nisto e corada ainda vou passar por iletrada:

- não?

 

e o homem, voz levantada, a pergunta em alto e bom som:

- alguém mais aqui nesta sala que não domine o básico?

e eu, a praguejar feio na cabeça, isso chama aqui a gorda de atrasada, isso, a única que não sabe ler.

e mais três mãozinhas, muito tímidas, na parte de trás da sala, levantadas em riste, numa confissão:

eu não!

 

pronto.

é isto.

saíamos da sala os quatro, expulsos muito dignamente.

as nossas mulheres ficaram nos pcs com as suas borbulhas, uma esperança do que poderiam vir a ser se não fossemos tão incapazes e o formador recomendou que nos inteirássemos de tutoriais online antes de lá voltarmos. 

não voltei.

ainda estou a recuperar do choque de ter feito exactamente o contrário daquilo que apregoo:

ler tudo muito bem e inteirar-me totalmente das coisas antes de me meter seja no que for.

quando contei ao rapaz, engasgou-se com rir. 

eu mereço.

é que sinceramente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

coisas que só a mim

por M.J., em 25.01.17

- olhe, e então o seu estado civil?

- eu? sou reformado. 

Autoria e outros dados (tags, etc)





deu discussão! (quase porrada)