Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




uma paixão chamada livros #2

por M.J., em 02.02.16

 Livro detestado

 

simples, muito simples, oh tão simples.

 

não é nada.

 

estou indecisa entre o "Sei lá" da Margarida Rebelo Pinto; "O Diário da Nossa Paixão" de Nicholas Sparks; "O Zahir" de Paulo Coelho; e "O Codex 632" de José Rodrigues dos Santos.

é isso mesmo.

li esses quatro em momentos diferentes. detestei todos. era no tempo em que eu fazia fretes. no mesmo tempo em que as pessoas ofereciam livros à M.J. porque ela gosta muito de ler e porque nas livrarias se vende disto e toda a gente gosta. era no tempo em que eu lia o que apanhasse à mão.

não gostei de nenhum.

toda a gente me falava maravilhas da margarida e eu fiquei até ao fim do livro esperando que o livro finalmente chegasse. o mesmo com o sparks. aquilo era tão mauzinho que pensei que enfim, pronto, era eu que não estava devidamente qualificada para o efeito. paulo coelho então foi-me impingido com garra. que era uma coisa fenomenal, acima da média, eu que experimentasse que ia gostar. então não? até o "veronika decide morrer" achei mauzinho mas enfim, sempre escapa. já quanto ao do rodrigues dos santos... sem palavras.

posto isto, não sei qual gostei menos pelo que decido com base no que ainda me irrita, só de pensar:

* "O Diário da Nossa Paixão" de Nicholas Sparks.

 

pronto.

feito.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00


41 comentários

Imagem de perfil

De Just_Smile a 02.02.2016 às 15:24

Não gosto de Margarida Rebelo Pinto... --'
Imagem de perfil

De M.J. a 02.02.2016 às 16:46

isso só demonstra o teu bom gosto.
Sem imagem de perfil

De Joana B. a 02.02.2016 às 15:34

Eu gosto tanto de Nicholas Spark e até estava a pensar enviar um dele para o livro secreto :)
Mas por incrível que pareça ainda não li "O diário da nossa paixão", vi o filme e não gostei mas quero ler o livro.
Li o "Sei lá" e não achei muito mau, mas foi o primeiro livro que li da Margarida Rebelo Pinto. Quando me emprestaram outros dois livros dela não consegui acabar, vi que a história era sempre a mesma.
Do Paulo Coelho nunca li nada mas do que ouvi também nunca tive vontade de o ler, agora como vem um livro dele no livro secreto vou experimentar e logo vejo.
Do José Rodrigues do Santos tenho curiosidade de ler "O homem de Constantinopla" e "Um milionário em Lisboa"
Imagem de perfil

De M.J. a 02.02.2016 às 16:48

joaninha, joaninha... são gostos. mas não suporto sparks. tanta lamechice dói-me. no entanto, repara, eu não sou qualquer tipo de exemplo: até vejo reality shows de vez em quando :)
Sem imagem de perfil

De Joana B. a 02.02.2016 às 17:13

eu gosto mesmo por causa da lamechice, já sei que no final vou chorar baba e ranho (shame on me).
e já agora também vejo reality shows e aqueles programas do tlc
Imagem de perfil

De M.J. a 03.02.2016 às 11:06

compreendo a ultima parte do comentário :)
Imagem de perfil

De Mula a 02.02.2016 às 15:58

O Diário da Nossa Paixão não li, mas o filme é dos que me faz amarfanhar o coração. Adoro o filme, mas, tendo em conta que já li Nicholas Sparks, gosto dos filmes dos livros dele, não gosto dos livros dele. Vá-se lá compreender porquê...
Imagem de perfil

De M.J. a 02.02.2016 às 16:50

amarfanhar em bom?

já vi um ou dois filmes dele. não gostei. acho demasiado cliché.
mas lá está: o meu exemplo é nulo! de vez em quando até vejo teen mom na mtv portantos....
Imagem de perfil

De Mula a 02.02.2016 às 17:32

Amarfanhar no bom sentido sim. =) No sentido de me deixar cheia de sentimentos.
Não sei como é contado no livro, mas no filme a história do casal é contada de um modo muito bonito. Já vi mais dois ou três filmes deles, e este para mim é o melhor.
Imagem de perfil

De Psicogata a 02.02.2016 às 16:06

Fujo dos livros de Nicholas Sparks, tenho a sensação que são romances de cordel, ainda tolero os filmes mas os livros nunca tive curiosidade.
Margarida Rebelo Pinto li um livro, nem me recordo do nome e não gostei nada.
Paulo Coelho outro que nunca me cativou, talvez por críticas que tenho lido aqui e ali.
José Rodrigues dos Santos Li o Fúria Divina e gostei, não sei se gostei por ele escrever bem ou pelos conhecimentos que fui ganhando com a leitura, a história é assim um bocadinho mirabolante, mas alguns dados sobre o Islão são muito interessantes.
Imagem de perfil

De M.J. a 02.02.2016 às 16:50

lá está: também não vais muito à bola com nenhum.:)
Imagem de perfil

De Psicogata a 02.02.2016 às 17:11

Pois, são realmente autores que podemos deixar de fora das leituras sem problemas ;)
Sem imagem de perfil

De Catarina a 02.02.2016 às 16:29

Percebo-te... Margarida Rebelo Pinto é uma brejeira com a mania que é livre, Nicholas Sparks é um romântico incurável, Paulo Coelho, de tão etéreo não consigo formular uma definição, Rodrigues dos Santos acho o menos mau desses - entretém (ainda que sem escrever brilhantemente) e mostra alguma pesquisa.

Agora experimenta ler o Eat, pray, love (nem me lembro do nome da autora e nao vou googlar para não lhe dar page views). Deram-mo porque "a Catarina lê muito e é católica"; primeiro livro que não consegui acabar, blherg (O Nome da Rosa não tinha acabado aos 12 anos, mas como o li mais tarde acho que posso omitir), mal escrito, sentimentalóide, sem interesse, nada que se me aproveite. Longe, maus livros!
Imagem de perfil

De M.J. a 02.02.2016 às 16:53

olha ouvi falar desse do comer e do amar e do não sei quê na oprah. é verdade. estava um dia a fazer zapping e a mulher falava disso como de uma bíblia. uns valentes meses ou anos, sei lá, depois saiu o filme. continuei sem ler o livro ou ver o filme mas às vezes dizia a mim própria, quando me lembrava, que devia tentar.
há uns meses atrás o filme passou no hollywood. refastelei-me no sofá e fiquei à espera, com ar sério, das maravilhas da coisa.
dez minutos.
foi quanto consegui ver.
apenas e só dez minutos.

creio que até as sombras do outro consegui ver mais de dez minutos.
tão mauzinho!
Sem imagem de perfil

De Catarina a 02.02.2016 às 18:15

Confere - péssima história, nem pela escrita se safa.
agora... Oprah??? Seriously MJ? ahah
As sombras ainda não foram lidas nem vistas...mas pelo que oiço nada se perde (ainda que goste de ter uma opinião própria fundamentada)
Imagem de perfil

De M.J. a 03.02.2016 às 11:06

é verdade. vi a oprah.

lê as sombras. habilita-te por ti mesma a vomitar :)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 02.02.2016 às 16:41

Margarida Rebelo Pinto, não suporto, li um livro dela, dispenso a escrita desta mulher.Paulo Coelho, li um ou dois livros, não me cativaram, Nicholas Sparks, li um, mas não me atrai, e José Rodrigues dos Santos, confesso, não li nada dele.
Mas acho que escolheste bem.
Imagem de perfil

De M.J. a 02.02.2016 às 16:53

merci :)
Imagem de perfil

De Drama Queen a 02.02.2016 às 16:50

Realmente o único que posso dizer que detesto é o Paulo Coelho. Os livros da Margarida Rebelo Pinto já li fora da minha adolescência e numa fase revoltada com o sexo aposto, lê-se mas não é um livro que me prenda agora (o meu namorado ofereceu-me livro dela 1 ano e meio e só li a primeira página). Nicholas Sparks li na minha adolescência na altura ate gostei, hoje não sei. Não desgosto de José Rodrigues dos Santos quando leio tenho a impressão que história é um "plagio há tuga" de Dan Brow acho as historias com muitas semelhanças.
Imagem de perfil

De M.J. a 03.02.2016 às 11:07

eu detesto os quatro mas como só podia escolher um... :)
Imagem de perfil

De Lilly a 02.02.2016 às 17:10

Eu gostei do "Sei lá e do Diário da nossa Paixão." e por norma gosto muito mais dos livros do que dos filmes no entanto penso q nestes 2 casos achei mais fixe os filmes, agora q penso nisso =)
Imagem de perfil

De M.J. a 03.02.2016 às 11:07

e diria o outro: se todos gostássemos do amarelo....
Sem imagem de perfil

De O Marciano a 02.02.2016 às 17:16

Cara MJ, direi que por aqui anda "O Quarteto Fantástico"! Sei que os autores vendem imenso, o Nicholas Sparks (do qual li dois livros) descobriu a receita perfeita, já dos outros três não me posso pronunciar porque os seus livros ainda não chegaram a Marte e eu nunca falo daquilo que não li, não vi, nem senti (é assim que falam alguns terrestres, quando se querem defender com o politicamente correcto).
Penso que esta é a pergunta mais difícil de todas.
Saudações Marcianas
Imagem de perfil

De M.J. a 03.02.2016 às 11:08

por acaso até achei bastante mais fácil. sempre que é para destilar veneno sinto-me muito à vontade :)

Comentar post


Pág. 1/2



foto do autor