Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




uma paixão chamada livros #27

por M.J., em 08.03.16

Personagem literária favorita.

 

"(…) era considerado em Celorico de Basto, mas também na Academia, que ele espantava pela audácia e pelos ditos, como o maior ateu, o maior demagogo, que jamais aparecera nas sociedades humanas. Isto lisonjeava-o: por sistema exagerou o seu ódio à Divindidade e a toda a Ordem Social: queria o massacre das classes médias, o amor livre das ficções do matrimônio, a repartição das terras, o culto de Satanás. O esforço da inteligência neste sentido terminou por lhe influenciar as maneiras e a fisionomia; e, com a sua figura esgrouviada e seca, os pêlos do bigode arrebitados sob o nariz adunco, um quadrado de vidro entalado no olho direito - tinha realmente alguma coisa de rebelde e de satânico"

 

“- Carlinhos da minha alma, é inútil que ninguém ande à busca da «sua mulher», e necessariamente tem de a encontrar. Tu estás aqui, na Cruz dos Quatro Caminhos, ela está talvez em Pequim: mas tu, aí a raspar o meu repes com o verniz dos sapatos, e ela a orar no templo de Confúcio, estais ambos insensivelmente, irresistivelmente, fatalmente, marchando um para o outro!...”

 

“Era ele que devia primeiro mandar padrinhos, lavar a sua honra. Havia pessoas na sala, quando o outro o insultou. Havia um urso, e uma tirolesa...”

 

"Do que ele principalmente se convencera, nesses estreitos anos de vida, era da inutilidade do todo o esforço. Não valia a pena dar um passo para alcançar coisa alguma na terra - porque tudo se resolve, como já ensinara o sábio do Eclesiastes, em desilusão e poeira.”

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Pseudo a 09.03.2016 às 22:42

Oh, esta é facílima: João da Ega :)
Sem imagem de perfil

De Pseudo a 16.03.2016 às 17:43

Cum caraças! Estás com uma semana de atraso nas respostas! ....hahahahaha

(Tiraste a tarde d'hoje para essa tarefa, foi? :P)

Comentar post



foto do autor