Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




vai haver casório #4

por M.J., em 24.08.15

(antes de mais nada convém actualizar isto e avançar em primeira mão que enfim, acertamos as cenas todas com os fotógrafos - sim, sou chique, é mais do que um. podia até colocar aqui o link dos ditos mas achei que seria inserir demasiada pressão nas pobres pessoas que tentando ganhar o pão "adquiriram" uma clientela louca como eu.)

 

posto isto, actualizados que estão, cumpre informar que o tema de hoje é o maravilhoso conceito das lembranças aos convidados. essa ideia fantástica do pega lá esta carica e agora dá-me duzentos euros.

lindo, não é?

a primeira vez que fui a um casamento (devia ter uns seis anos e lembro-me porque levava um fabuloso vestido cor-de-rosa) deram-me um saco com sugos e aos papás um charuto. na altura, entusiasmada com os meus sugos colocados dentro de um saquinho de organza branco, amarrado com uma fitinha de cetim, achei que os casamentos eram a coisa mais fantástica que alguém tinha inventado. depois, anos mais tarde, numa procura desenfreada de qualquer coisa pelos armários, descobri em casa dos papás uma caixa com todas as lembranças dos casamentos a que haviam ido nos últimos mil anos. nessa altura pensei melhor no assunto e constatei que a coisa era extremamente injusta para os convidados: a gente dá-vos estas merdas que não têm utilidade nenhuma e já não nos sentimos tão mal em pedir o envelope com a massa, o pilim, aquilo que faz rodar o mundo e que serve para pagar esta coisa toda, esta encenação romântica e cara como o caralho.

bem bom.

avessa a isso decidi, numa primeira fase, que não, não iam haver lembrancinhas, merdinhas, cariquinhas, garrafinhas, charutinhos, pindericalhozinhos bonitinhos para esconder dentro de uma caixa ao lado de outros mamarrachos. a questão é que a ideia não foi bem recebida: pois então ia eu, vestida de noiva, em saltos e magnificamente maquilhada (não faço por menos) dirigir-me a cada convidado e dizer, num silvo de voz, passa para cá a massa agora que já comeste, que eu tenho de pagar esta merda? evidentemente que não. os convidados são pessoas que eu tenho de respeitar e se lhes quero lembrar que têm de pagar o que comem é meu dever entregar-lhes qualquer merdinha, numa coisa de boa educação enquanto sub-repticiamente estendo a mão.

a boa educação cabe em todo o lado.

assim, convencida finalmente, comecei por procurar na net e confesso, juro aqui, que fiquei apaixonada. a sério. rendi-me totalmente ao conceito mesmo não sendo minha intenção e foi um completo amor à primeira vista. o problema, meus senhores, o problema está agora no escolher.

vai uma ajuda da vossa parte, não?

 

1.º caneca do amor

evidentemente.

quem não há-de querer receber uma mimosa caneca onde pode beber uma golada de água, depois de um dia exaustivo ou um bom vinho amaricano? uma caneca, como presente, não é só uma linda lembrança por parte dos noivos, mas demonstra também uma acérrima preocupação com os seus convidados, a sua hidratação e saúde. toda a gente sabe que líquidos são vida, logo uma caneca é sinónimo de boa pele, bom funcionamento da bexiga e ainda o evitar pedras nos rins. lógico que quando a caneca vem com as trombas dos noivos é um ponto extra:

caneca 2.jpg

 (estou indecisa entre a conjugação de fotos altamente profissionais desta)

caneca.jpg

(ou o conceito psicadélico desta, com a minha focinheira e quem sabe uma frase de amor do dalai lama ou da princesa diana).

 
 

2º. bolsinha em croché do amor.

aqui inserimos todo um conceito de utilidade e bem estar para com o convidado. além da beleza de cada lembrancinha, altamente bem trabalhada, existe toda a possibilidade de o convidado usar a mesma para colocar o seu pacote de lenços, o seu telemóvel ou, em última instancia, o seu pack preservativo/viagra/toalhita.

reparemos: depois de todo o amor que se vivencia num casamento é normal que os nossos convidados sejam contagiados com o romance e queiram praticar o coito. evidentemente que uma pecinha de croché, em magníficos padrões, onde se possa enfiar os utensílios necessários, ou pelo menos aconselháveis à celebração da cópula, é altamente original.

eu estou indecisa entre os que seguem abaixo:

t25_Bolsas_para_telemóvel_em_Croché.jpg

 (para inserir lenços ou caixa de viagra)

t25_Bolsa_para_lenços_de_papel_vertical.jpg

(para pack preservativo/toalhitas).

 

3ª. imagem do santo antónio do amor.

porque a fé é que nos salva.

se uma pessoa como eu, gorda que nem uma betoneira cheia de cimento, com um mau feitio que consegue encher uma albufeira conseguiu sacar um tipo inteligentíssimo, até giro, com uma paciência de santo e outras virtudes que não são para aqui chamadas é porque, evidentemente, teve ajuda divina. assim, nada como demonstrar esse facto perante os familiares, amigos e conhecidos presentes no evento, convidando-os ao mesmo tempo a reforçar a sua fé e dando toda uma nova luz de esperança aos encalhados/solteiros/virgens:

 

1234_1.jpg

 (não sei se escolha este papelinho tão supimpa e quem sabe com uma montagem das minhas trombas na cara do bebé - era bem, não era?)

 

latinha-vela11.jpg

 (ou estas velinhas, tão mimosas com o saquinho em cetim e que poderiam servir, evidentemente, para os convivas acenderem no corte do bolo, evitando-se assim o fogo de artificio).

 

4.º. a inocência de uma flor do amor.

como não podia deixar de ser.

num hino ao amor mais puro, à beleza inocente, aos quêfrô do mundo que iniciam romances em bares e bebedeiras, e a todos os que viram este meu amor florescer (veem, como está relacionado?) estas catitas flores de plástico, a cheirar a lavanda artificial, dentro de um invólucro simpático e de proporções generosas (isto é tudo culpa das imobiliárias) cativaram-me ao primeiro olhar porque, sei disso, consigo comprar uma centena delas nos chineses a preço de saldos e ainda ganhar desconto para o tecido do vestido:

flor.jpg

(personalizáveis, claro, com a cor do evento, gravata do noivo e roupa íntima da noiva)

 

veem? veem como sofro? e agora meu deus? e agora?

alguém que me tire desta agonia.

qual escolho? acham que era plausível fazer um pack com todas e entregá-las dentro de um cestinho a cada convidado? talvez os fizesse sentir mal, perante tamanha generosidade e grandiosidade da minha parte, e fossem ao multibanco mais perto levantar mais uns euros valentes.

que dizem?

ai as agruras da minha vida. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

oh vai ver ali:

publicado às 10:00


27 comentários

Imagem de perfil

De Magda L Pais a 24.08.2015 às 10:32

e que tal... ovos moles como prenda?
Imagem de perfil

De M.J. a 25.08.2015 às 00:13

não era mal pensado se eu ficasse a viver aqui.
Imagem de perfil

De Maria das Palavras a 24.08.2015 às 11:43

Acho sensato não colocares o contacto dos fotógrafos, até porque depois de trabalharem contigo podem querer atirar-se para a reforma, de maneira(s) que é um contacto pouco válido.

E fica o meu voto: velinhas de santo antónio.
Imagem de perfil

De M.J. a 25.08.2015 às 00:13

ahahahahhahahahahahah
concordamos na sensatez.

também estou muito inclinada para o santo antónio mas é mais para a estampa supimpa.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 24.08.2015 às 13:17


Flores, mas não essas.
Um pequeno raminho de flores naturais.
Imagem de perfil

De M.J. a 25.08.2015 às 00:14

iguais às que vou escolher para a decoração?
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 25.08.2015 às 09:52

Por que não?
Acho tão bonito.
Imagem de perfil

De M.J. a 26.08.2015 às 14:07

podia ser uma ideia mas acho que não. :)
de qualquer das formas obrigado.
Sem imagem de perfil

De Cris a 24.08.2015 às 14:23

Eu voto nas velinhas de Santo António, e, já agora, oferece-me uma, a ver se tenho sorte...
Imagem de perfil

De M.J. a 25.08.2015 às 00:14

ahahahahahahahahahahahah
se eu escolher as velas garanto que te dou uma enquanto estendo a mão.
Imagem de perfil

De Violinista a 24.08.2015 às 14:49

Canecas não. Falo como pessoa a quem oferecem canecas e que tenho tantas que já podia festejar a passagem de ano a escavacar loiça.

E daquelas mini garrafinhas de vinho? Até já há Casal Garcia em versão mini, isso é que era. Não? (É melhor eu fugir.)
Imagem de perfil

De M.J. a 25.08.2015 às 00:15

só se fosse um cocktail que envolvesse cachaça, licor beirão, champanhe e vinho do porto.
achas que era possível conjugar?
Sem imagem de perfil

De Maria Lopes a 24.08.2015 às 15:18

Aqui vai uma ideia fantástica: ide a uma feira e comprai abanicos. Uma fitinha com a oração de santo António e uma garrafinha de licor de café (mini). Tá feita a coisa. Brilhante, não é? Eu sei.
M.Lopes
Imagem de perfil

De M.J. a 25.08.2015 às 00:15

e não é que é brilhante mesmo?
:)
Sem imagem de perfil

De Pseudo a 24.08.2015 às 22:09

Olá! :)

Não escolhes nada disso, ora. Mas põe na lista das opções imans para o frigo (tou a falar a sério, ok?); gostei muito da prendinha que nos deram no último casamento, o de Abril. :)
Imagem de perfil

De M.J. a 25.08.2015 às 00:16

ora bolas. juro que pensava que a ideia do íman era a brincar. estive vai não vai para o adicionar aqui à lista...
Sem imagem de perfil

De Pseudo a 25.08.2015 às 10:40

Olha que é giro, para quem faz coleção dessas bugigangas, como nós.
Queres que to mostre hoje, daqui a pouco ao almoço? Vamos aí ao cinema (1ªsessão da tarde), era numa rapidinha...
Imagem de perfil

De M.J. a 26.08.2015 às 14:08

desculpa. mas ontem estive em meio tempo em coimbra. nestes dias tem sido impossível parar em qualquer sitio que seja, hoje, até por volta das quatro está calmo, mas depois recomeça tudo :)
Imagem de perfil

De Helena a 25.08.2015 às 12:06

É pá ando mesmo actualizada....
Aviso-te que ainda não chegou, ok????
Imagem de perfil

De M.J. a 26.08.2015 às 14:08

o que é que não chegou?
Imagem de perfil

De Helena a 28.08.2015 às 13:04

...aaaaaaaaaaaaaa..... nada, nada
cof, cof, cof...convite......
Imagem de perfil

De M.J. a 28.08.2015 às 18:48

essa é outra saga. escolher convites.
Imagem de perfil

De tanucha a 26.08.2015 às 12:40

Dessas aposto no santo. Mas mesmo assim.... hum!!! Eu no meu casório ofereci broches..............

Sim uma pregadeira com uma pérola para as senhoras colocarem nas lapelas dos casacos, http://tanucha.blogs.sapo.pt/52739.html.

Aos senhores lá foi tudo a esfumaçar pareciam umas chaminés...

Também gosto dos ímans
Imagem de perfil

De M.J. a 26.08.2015 às 14:09

acho que vou oferecer algo diferente :)
mas obrigado.

beijos.
Imagem de perfil

De Isa a 05.09.2015 às 10:41

200 mocas?? deve ser por isso que ninguem me convida pra casórios, devo estar nalguma lista negra muahhahahahahah ainda bem!!

olha, gosto muito da ideia das latinhas, mas acho a vela muito curta.. isso queima praí durante 30 segundos e apaga-se, não aguenta a oração até ao fim. e que tal bálsamo tigre? http://t8d.yg.sl.pt deves encontrar facilmente no hiper chinês e sempre tem alguma utilidade. quem é amiga, quem é? :D
Imagem de perfil

De M.J. a 06.09.2015 às 17:31

o tigre é de facto, belíssimo.
obrigado isa, que seria de mim sem ti.

Comentar post


Pág. 1/2



foto do autor