Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




vai haver casório #7

por M.J., em 27.10.15

pizap.com14392222364041.jpg

ora foda-se.

farta da ideia de que ele é que escolheu pedir-me em casamento e eu é que ando aqui às aranhas, a cair em provas de vestidos, a escolher convites que ele depois não gosta, a fazer listas de convidados de gente que nem sabia que existia nesta minha curta vida pus um ponto final, parágrafo, com <p> e tudo (ai oh pá, estou tão entusiasmada com esta merda da programação, mas isso agora não interessa nada, não vamos misturar conteúdos) e pesquisei na net quais as tarefas de um e outro.

quer dizer, não que eu ache que tenham de existir divisões. na verdade, a bem das coisas, alguém que não eu deveria abrir os cordões à bolsa, contratar um profissional e o dito fazer tudo. isso é que era. 

mas não é.

assim sendo, depois de pesquisar (continuo estupefacta com a quantidade abismal de conselhos, ideias, planos, dicas, opiniões, sugestões e outras coisas acabadas em ões que não quilhões na internet acerca do assunto) descobri um artigo que diz quais as minhas supostas tarefas e as supostas tarefas dele.

aviso já que não concordo. mas analisando bem o assunto: alguma vez esta pessoa concordou com alguma coisa? 

 

segundo o artigo, as minhas tarefas enquanto noivinha (cum mil merdas mal cheirosas, odeio o termo, faz-me lembrar uma enjoadona virgem que diz membro em vez de pila) passam por:

 

* escolher o vestido e seus complementos.

ok, até aqui tudo bem. romântica incurável em pele de lobo aceito que o vestido, o penteado, o perfume, os sapatos, as cuecas, tudo deve ser uma surpresa para o noivinho (quéquefoi? vamos discriminar, querem ver?). se for em bom talvez ele verta uma lágrima, se for em mau também. o que interessa é a lágrima captada pelas objectivas dos fotógrafos. não é tudo uma questão de choro no grande dia?

 

*tratar do serviço de cabeleireiro e maquilhagem.

certo, não percebo para quê insistir na ideia. quer dizer, a não ser que o noivinho seja um mega fashion, todo in, uma bicheza em pele máscula, de certeza que perceberá tanto de maquilhagem e cabeleireiro como o abominável homem das neves. portanto, a confiar no nerd que tenho em casa, possivelmente iria com um penteado do género princesa leia ou com o cabelo pintado de branco para imitar a outra dos dragões. é um bocado lógico que seja eu a preparar isso, não?

 

*lembranças para os convidados.

que lindo, não é? quer dizer, tens uma vagina, és a noivinha, desenrasca-te. pensa tu nas putas das lembranças que vais oferecer aos convidados em troca do chequezinho pois que eu tenho uma pila e não sou bom nessas coisas.

ora essa!

mas que caralho de discriminação é esta? mas por que motivo mais claro ou escuro essa tarefa tem de ser confiada às mulheres? é unicamente por ser uma seca descomunal, não é? ou é porque elas são ótimas a decidir merdinhas, tipo, pega lá uma garrafinha ou um charutinho?

tenham dó, não?

 

*tratar da decoração e das flores.

novamente a mesma puta de discriminação. insinua-se que o noivo não tem uma palavrinha a dizer caso a noivinha queira que o casamento seja num cenário idílico à beira mar, mas como não há mar e estamos em novembro manda vir um camião de areia e espalho-o na igreja, no restaurante ou na quinta!

é isso?

ou sei lá, mande colocar velas em todos os espacinhos livres do sítio da recepção, mesmo que estejamos em pleno agosto e o calor seja coisa de fazer alagar aquela merda em suor?

mas porquê? 

isto promete.

 

já segundo o mesmo artigo as tarefas do noivo passam por:

 

*comprar o anel de compromisso.

quer dizer, então o homem escolhe o anel de compromisso para o dia do casamento? mas essa coisa não é quando pede em casamento? então as alianças é para quando? para as bodas de qualquer coisa? que confusão, meu deus, virgem santíssima, alguém que me ajude que estou no limiar do desespero, porra.

 

*escolher o seu fato.

claro. e as suas cuecas. e se toma ou não banho. e se corta ou não a barba. que caralho de dica é esta? era suposto ser a noivinha a levá-lo pela mão a uma loja e dizer-lhe com vozinha fina: eu sei que és tu que tens o membro mas a partir desta coisa do casamento sou eu que decido o que vestes?

é que se não é esse motivo não estou a perceber. 

 

*escolher o dj para a cerimónia, aperitivo e festa.

a ver se nos entendemos, que eu estou cada vez mais confusa.

portantos, com s e tudo, a desgraçada da noivinha escolhe a decoração e as flores. mas é o noivinho que escolhe a festa e a música? não acham, sei lá, que poderá existir uma certa contradição? que há a séria possibilidade de os convidados serem brindados com um espaço forrado a tulipas, o tema da paz e do amor, e como música de fundo se ouça esta, esta ou esta? e que a festa escolhida pelo noivo seja com a temática "tunning: os melhores carros do ano" ou "musculação: você consegue, se quiser e poderá beneficiar disso na noite de núpcias" ou ainda "mamas: as melhores do mês" tendo como decoração lirios e anjos com setinhas?

e quanto aos aperitivos? a desgraçada da noiva é obrigada a escolher as putas das lembranças que antecedem o cheque ou o faqueiro enquanto o noivo decide se vão existir futebolas como entradas, quilos de chocolates, amendoins torrados ou batata doce com tomilho?

tenham dó! 

 

*preparar os documentos do matrimónio.

mais uma vez: portanto, a desgraçadinha, a triste, a engonhada da noivinha deve esperar calmamente que o noivão e os seus tomates tenham na sua posse todos os documentos do casamento. porque é homem e homem tem uma capacidade acima da média de tomar decisões burocráticas.

todo sentido. sobretudo no meu caso: eu sou advogada, ele é engenheiro que passa os dias a programar merdas. portanto, ele é que deve saber quais os documentos, ir à conservatória e já agora assinar por mim que eu nem tenho bem ideia de como isso se faz. e à noite, quando chegarmos a casa devo preparar-lhe o jantar, com uma linda lingerie e esperar que ele decida possuir-me, depois de beber umas bejecas com os amigos, não?

 

gente! se esta merda é o casamento não admira que ande tudo a divorciar-se, a viver ajuntado, em pecado ou a latir pelos cantos que é solteiro.

 

nota final: escrever este texto fez-me perceber a quantidade de merdas nerds que sei e de que não tinha o mais infimo conhecimento antes de namorar com o noivinho. santo deus!

outra coisa, já fizeram like aqui?

Autoria e outros dados (tags, etc)

oh vai ver ali:

publicado às 16:11


31 comentários

Sem imagem de perfil

De Marta A. a 27.10.2015 às 16:04

AHAHAHAHAHAHAH! Fui às lágrimas, principalmente com o membro e as bandas sonoras. Obrigada.
Imagem de perfil

De M.J. a 27.10.2015 às 16:13

obrigado eu. estou aqui para isso: levar às lágrimas. :D
Sem imagem de perfil

De Paula a 27.10.2015 às 16:18

E os convidados não comem?
M.J., esta é importante! A não ser que aguentem o dia só com o aperitivo!
Imagem de perfil

De M.J. a 27.10.2015 às 17:23

isso deve ser a parte que os dois decidem em conjunto.
Sem imagem de perfil

De Pseudo a 27.10.2015 às 16:32

PROGRAMAR!

Tu vais aprender a programar!!
Pensavas tu que me escapava esta dica subtil, hein? :P

Agora vou ler o texto, que entretanto distraí-me com o P...AR. :)
Imagem de perfil

De M.J. a 27.10.2015 às 17:24

vou sim. sozinhinha. até já sei diferença entre html e css e java.
Imagem de perfil

De Me, myself and I a 27.10.2015 às 16:35

fazias como eu...registo civil...noivinhos, filhote e pais.
E já está!
Imagem de perfil

De M.J. a 27.10.2015 às 17:25

agora já não posso.
Imagem de perfil

De Me, myself and I a 27.10.2015 às 17:26

Lá no fundo estas a adorar esta treta toda...desde o vestido...aos convites...decoração...ementa...lembranças...confessa!
Imagem de perfil

De M.J. a 27.10.2015 às 17:27

mesmo muito mas muito mas muito no fundo.
Imagem de perfil

De Me, myself and I a 27.10.2015 às 17:30

lol também estava a sonegar informação...o meu 2.º casamento foi assim!
O 1.º já envolveu essa treta toda e jurei para nunca mais!
Imagem de perfil

De M.J. a 27.10.2015 às 17:31

muito bem. afinal sabes disso tudo e não me contavas nada.
Imagem de perfil

De Maria das Palavras a 27.10.2015 às 16:39

ahahahahahahahha! adoro. Lembra-me de não casar, ok?

Eu, que odeio festas surpresa, já disse ao moço que se quer que eu case é levar-me de supresa a um sítio e já está lá tudo preparado e feito, até o vestido no meu tamanho escolhido por alguém. Tipo vacina, não se pensa muito no assunto e com sorte não me ia doer.
Imagem de perfil

De M.J. a 27.10.2015 às 17:25

era bem pensado era.
mas eu não tenho semelhante sorte.
Imagem de perfil

De A rapariga do autocarro a 27.10.2015 às 17:18

Comigo foi tudo sem espinhas! meia dúzia de convidados, nada de farfúncias! Fui ao El Corte Inglês escolhi o vestido em duas horas e bora lá que se faz tarde! Mesmo assim achei um horror ter que pensar em mil pormenores, mas não fiz caso a nenhum! Os Convidados nem sabiam que iam a um casamento, só foram convidados para o Baptismo do puto. O casamento foi um extra!
Imagem de perfil

De M.J. a 27.10.2015 às 17:27

ah sou demasiado egoísta para uma coisa dessas. a ser seria o meu casamento e o batismo do puto seria o extra.
era só o que faltava. :P
Imagem de perfil

De Vitória a 27.10.2015 às 17:25

É o que eu digo, noivos, civil e lua de mel
Imagem de perfil

De M.J. a 27.10.2015 às 17:27

já não dá.
Imagem de perfil

De Corvo a 27.10.2015 às 17:29

MJ. Mil perdões, mas tenho de perguntar.
E então o papel do pai e da mãe'
Pergunto isto porque aquando do primeiro casamento da minha filha, nunca a vi preocupada com nada e sobrou tudo para mim e para a mãe. Até no vestido. Anda, Linda, vem vestir.
Bem, eu vou mas espero bem que seja bonito porque o que menos quero
é andar a vestir e a despir.
Lá está a importância dos papás na vida de uma noiva. E o pagar, claro.
Imagem de perfil

De M.J. a 27.10.2015 às 17:31

sorte dela, da sua filha.
no meu caso procuro eu, pago eu, desenrasco-me eu e é se quero.
Imagem de perfil

De Miss F a 27.10.2015 às 18:22

ahahahahahahah diz membro em vez de pila ahahahah muito bom!!!!!

Mas olha lá, tiraste essa lista da revista Noiva, edição Outubro de mil nove e troca o passo??? É que assim como assim, as pessoas que tenho visto casar têm tratado e decidido tudo em conjunto (menos as farpelas, isso é cada um por si com a respectiva mãezinha ou outra pessoa da sua confiança).

Lembranças posso fazer uma sugestão (que retiro de um casamento a que fui): uma caixinha com dois bombons com o papelinho do obrigado por ter vindo. Se for uma velinha, um charutinho, uma merdinha qualquer dessas passado um mês ninguém se lembra onde está e possivelmente já está no lixo. Pelo menos o bombom as pessoas sempre comem!
Imagem de perfil

De M.J. a 28.10.2015 às 14:59

estou apostada em lembranças comestíveis sim. :)

(nunca conheceste ninguém que diga membro em vez de pila?)
Imagem de perfil

De Miss F a 01.11.2015 às 18:16

Não sei se é feliz ou infelizmente, mas nunca conheci ninguém que lhe chamasse membro. Para mim um membro é uma perna ou um braço, vai na volta quem diz isso é conhecedor de membros mais longos e nós é que andamos a ser enganadas
Imagem de perfil

De oBomIdiota a 27.10.2015 às 21:26

Manda foder isso tudo e contrata tu o DJ, e pões isto em repeat como banda sonora !

https://www.youtube.com/watch?v=ityWnnoHeuo
Imagem de perfil

De M.J. a 28.10.2015 às 14:59

ahahahahahahahahahahaha

está licitada esta melhor oferta :)

Comentar post


Pág. 1/2