Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




vamos todos imaginar?

por M.J., em 30.07.15

imaginem que a pessoa com quem partilham a vida e, consequentemente, o apartamento trabalha também como freelancer em vários sítios do país. e que num belo dia em que ambos tinham decidido tirar férias ele recebe um telefonema, dum desses sítios, no cu do mundo, para ir lá.

imaginemos que ele vai e vocês, amuadas com a vida, vão tomar café à pastelaria do lado e compram a puta de uma revista de noivas, que acaba por não servir para nada. 

imaginemos que fartas da revista vocês pagam e quando vão arrumar a carteira percebem que se esqueceram da chave dentro de casa. 

opções: 

a. ligam para empregada;

b. ligam para o namorado;

c. ligam para os bombeiros.

 

a empregada e o namorado não atendem e não conseguem imaginar os bombeiros a entrar porta dentro, com os vizinhos à escuta. 

 

sem chave de casa, do carro, com cinquenta cêntimos na carteira das moedas e o cartão de multibanco dentro de casa vocês sentam-se no parque, a olhar as árvores e a imaginar como será lindo passar o dia todo sentadas debaixo de uma árvore tendo como companhia uma revista ridícula de noivas. como se não bastasse, depois de ver o raio dos vestidos, a vossa mente começa a vaguear no dinheiro que vão gastar em coros, quintas, convites e lembranças. talvez porque a vossa imaginação é tão concentrada o moço telefonava-nos nesse exacto momento. e faz cinquenta quilómetros para vos trazer a chave.

e no meio isto tudo, há uma série de cólicas fenomenais devido à quantidade de fibra que têm ingerido nos últimos tempos.

 

foi praga pelos asneiredo, não foi?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:01


32 comentários

Imagem de perfil

De (des)Esperança a 30.07.2015 às 13:27

foi praga, mesmo praga! mas ele fazer 50 kms para te vir abrir a porta... isso sim é maravilhoso!
Imagem de perfil

De M.J. a 30.07.2015 às 17:03

eu sei.
é um doce.
tu bem sabes.
Imagem de perfil

De oBomIdiota a 30.07.2015 às 13:49

Mas temos de ver que não te deixou assim tão chateada ou irritada com o mundo, porque se isso tivesse acontecido, e seguindo a lógica de um post anterior, até com maiúsculas te darias ao trabalho de escrever.

Tirando a parte das cólicas, acho que o dia até te estava a correr bem.
Imagem de perfil

De M.J. a 30.07.2015 às 17:03

olhe sabe, só escrevo com maiúsculas no telemóvel ou tablet que os desgraçados poem-nas automaticamente e não estou com a maçada de as alterar.

da próxima vez que o menino ficar fechado na rua a gente fala do dia correr bem, sim?
:P
Imagem de perfil

De oBomIdiota a 30.07.2015 às 17:16

Eu ficava mais preocupado se ficasse fechado em casa, mas percebo perfeitamente. Eu detesto escrever no telemóvel porque a edição fica um nojo. Não há espaçamentos, parágrafos nada. Uma porcaria.

Mas eu pensava que só escrevia assim porque era a fã n.º1 do valter hugo mãe. Pronto, enganei-me. Mas falamos disso, está combinadíssimo! :D
Imagem de perfil

De M.J. a 30.07.2015 às 23:09

eu gosto do valter hugo mãe. mas confesso que só comecei a escrever com minúsculas no blog porque esta treta não as actualizava automaticamente, no pc, contrariamente ao telemóvel e eu tinha preguiça de alterar.
e depois colou.
está desvendado o mistério.
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 30.07.2015 às 14:00

só vês as coisas pela negativa...fazer 50 Km só para não ficares na rua...é amor!
Imagem de perfil

De M.J. a 30.07.2015 às 17:01

eu sei. :)
olha lá, já falávamos um nadita, não?
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 30.07.2015 às 19:26

Moça...vírus no computador, só agora é que cheguei a casa e peguei no tablet.
Amanhã de manhã?
Eu dei-te um bocadinho de espaço, com o casório e essas dores de cabeça todas...
Imagem de perfil

De M.J. a 30.07.2015 às 22:41

ok. de tarde devo estar por aqui.
beijinhos.
Sem imagem de perfil

De Sarabudja a 30.07.2015 às 14:19

É praga por causa do asneiredo, por teres ficado amuada, por causa dos refugiados, por causa das criancinhas.

No meio disto tudo o Amor ainda te salva.

Quão preocupantes eram as cólicas? Poderia haver puns no meio da rua?
Imagem de perfil

De M.J. a 30.07.2015 às 17:01

dos refugiados? ora essa, porquê?



(poderia, mesmo, haver puns no meio da rua.)
Sem imagem de perfil

De Sarabudja a 31.07.2015 às 09:34

Possa, fiz uma lista extensa de possíveis causas para a praga e tu pegas naquela que tem ainda pouco pano para fazer as mangas do vestido?
Não tens uma opinião muito tua sobre a possível vinda de refugiados e/ou estrangeiros desvalidos? Então achas que o nosso senhor das pessoas boazinhas e cheias de sentimentos bonitos e cintilantes não castiga meninas más? (hoje tive o meu. Minutos antes das 08h da manhã - madrugada em minha casa- lembrei-me que precisava de umas coisas que deixei no carro. Desço do 5º à cave de elevador. E disse cave? Pois, no rés do chão entra um vizinho. Se pudesse fugir, fugia. Toda eu em muito mau. Um cabelo que parecia o da Tété e o meu prédio não é o Chapitô. O vizinho, quase que a pedir desculpa disse: mudei de horário.)

Puns no meio da rua é tão engraçado. Não, não é. Eu sei.
Imagem de perfil

De M.J. a 31.07.2015 às 13:25

se calhar é também castigo por leres esta trampa toda que escrevo.
devias repensar as tuas opções :P
Sem imagem de perfil

De Sarabudja a 31.07.2015 às 14:47

Achas?! Queres que cá não volte, é isso?
É que gosto tanto... Sarabudja tem mais vida para além do que aqui lê. Sai muito mau sentimento e disparate desta boquinha vemelhinha com sarda a adornar.
Gozo com pobres e oprimidos com a idiotice, adoro piadas tétricas, um rol de malandragens que a vida não esquece e me retribui destas formas.
Imagem de perfil

De M.J. a 04.08.2015 às 14:22

depois o karma vem em forma de constipação de férias. põe os olhos em mim, põe as vistas em mim.
Imagem de perfil

De blogdocaixote a 30.07.2015 às 14:30

Porque não foste com o gajo passear? O gajo é fixe! Voltar a casa para te abrir a porta é de Homem.
Queres que te conte como foi o meu casamento? Não houve quintas nem merdas dessas, não houve stresses. queres?
Imagem de perfil

De M.J. a 30.07.2015 às 17:00

não podia. esqueci-me de dizer que ele estava com um colega.


conta, conta.
Imagem de perfil

De M.J. a 04.08.2015 às 14:22

já vi e gostei muito.
Sem imagem de perfil

De Cris a 30.07.2015 às 14:36

ó pá, tu tens um moço que é um anjo! Isso tudo aconteceu para dares ainda mais valor a quem tens a teu lado!
Imagem de perfil

De M.J. a 30.07.2015 às 16:59

ahahahahahaha.
é um fofo, é.
Sem imagem de perfil

De Cusca a 30.07.2015 às 14:43

Ahh se não fosse assim não tinhas história pa contar :D :D
Imagem de perfil

De M.J. a 30.07.2015 às 16:59

é verdade, mas esta foi dolorosa.
Sem imagem de perfil

De diana a 30.07.2015 às 15:02

Lindo...nunca me aconteceu semelhante coisa...comprar uma revista de noivas por 5 euros....?!!caríssimo!!!

nunca me esqueci da chave fechada em casa...mas ja me esqueci do namorado...duas vezes...trancado...
e foi sem querer...eu juro (mas ri me tanto)
Imagem de perfil

De M.J. a 30.07.2015 às 16:59

também achei mas só sou noiva uma vez, né? vou percorrendo os clichés com ar alegre e espeto com a revista na cara das velhas da pastelaria. tem o seu encanto.

por acaso também já me esqueci do rapaz trancado, no tempo em que ele não vivia cá.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 30.07.2015 às 16:45

Que rico homem.
Imagem de perfil

De M.J. a 30.07.2015 às 22:41

é, não é?
Imagem de perfil

De Isa a 30.07.2015 às 21:10

tens que arranjar um vizinho bondoso que te deixe entrar em casa para saltares a varanda, como eu tinha lol
Imagem de perfil

De M.J. a 30.07.2015 às 22:42

as varandas aqui são muito separadas... não dava.

Comentar post



foto do autor