Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




vizinhança #2

por M.J., em 20.03.17

tenho uns vizinhos estranhos.

ainda que este seja o lugar mais calmo em que já vivi desde que deixei a serra, os meus vizinhos têm perturbações estranhas (de certeza que dirão o mesmo de mim, mas cada um tem a sua opinião) a que sou obrigada a assistir de camarote:

discussões, inundações (de palavras, era para rimar) opiniões e intromissões entre eles nos seus momentos familiares.

(já falei disso aqui).

 

posso jurar - sem medo de mentir - que o meu apartamento é o mais pacato:

  • somos só dois;
  • passamos demasiado tempo recolhidos nos computadores, livros e phones; 
  • não gritamos (eu sou das que amuam);
  • não soltamos gargalhadas em demasia;
  • eu não uso sapatos de salto;
  • ele não vê futebol;
  • não nos pomos aos saltos quando há um golo, como o meu vizinho de um dos lados que grita acerrimamente um "chupa" sempre que isso acontece (não sei se é quem marca que deve chupar ou se é quem deixa marcar... mas ele insiste muito nisso);
  • não temos filhos em choros nocturnos;
  • não temos um cão que gane a altas horas;
  • não berramos um com o outro;
  • não gostamos de tv com som demasiado alto. 

somos, em resumo, os vizinhos que toda a gente quer ter.

 

até há três semanas.

 

a coisa passou-se num sábado em que tivemos um casal amigo a  jantar às nove da noite (para ser precisa. se vamos contar um episódio doméstico devemos assumir precisão).

eu abri uma garrafa de vinho e bebi com a minha amiga visto que eles, nerds até ao tutano não bebem álcool. assim, só ambas as duas a dar vazão à garrafa, ficámos mais animadas do que o habitual e é provável que às nove e meia falássemos mais alto do que o normal, soltássemos gargalhadas ligeiramente histéricas e lançássemos um ou outro guinchinho idiota de quem não aguenta um copo de vinho.

nada de muito espalhafatoso, nem muito fora de horas: afinal eram nove e meia de um sábado e nós éramos só duas. 

 

pois meus senhores, o que é que acontece?

o meu vizinho, o do chupa no futebol, o do cão que ladra sempre que está sozinho como se lhe estivessem a arrancar os tomates, o que discute com a namorada às duas da manhã mandando-a fazer-se à vida noutro sítio que não ali, o que tem uma companheira que caminha nas escadas como a tropa num dia de gala, o meu vizinho, esse, desata...

aos murros à parede.

com garra.

zangado.

com a razão toda por nos atrevermos a interromper assim a sua paz doméstica e o seu chupa futebolístico.

 

num dia normal eu calar-me-ia.

pediria para falarmos mais baixo.

moderaria o som e o álcool.

sentiria até um pontada de vergonha por ser assim chamada a atenção.

no entanto, naquele dia em específico, o único em meses em que a nossa presença é notada, o único em anos em que há um exagero da nossa parte subiu-me a mostarda ao nariz.

e ninguém gosta da M.J. zangada porque ela faz coisas parvas.

porque ela liga o youtube da tv, põe o seguinte video a dar e canta com ele a plenos pulmões, enquanto toda a gente ri e faz coro com o ritmo dos murros na parede.

 

 

 

é por isso que não bebo: acabo sempre por estalar o verniz.

 

mas mesmo assim, juro, mantenho um ar digno, quando desço as escadas e por azar da vida, o encontro.

e aposto que ele tão cedo não esquece do som do fazer amor com outra pessoa. 

 

F I.png

vem ter comigo ao facebook - aqui,  e instagram - aqui

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:45


15 comentários

Imagem de perfil

De Clara a 20.03.2017 às 12:12

O que me ri com isto. E que excelente ideia acabaste de me dar.
Bom, eu sou eu a vizinha que tem filhos com choros nocturnos mas creio que isso não se compara ao barulho que vem de cima. Parece que caem móveis a toda a hora, sobretudo ali a partir das 23h e aos fins-de-semana é a loucura toral.
Juro que já temi que me entrasse um armário pelo tecto, palavra!
Imagem de perfil

De M.J. a 20.03.2017 às 14:33

credo!!!!!!!!! será uma empresa de mudanças com sede por cima? :D
Imagem de perfil

De Cá coisas minhas a 20.03.2017 às 12:35

Ahahahahahah... Boa ideia. Mas é sempre assim. Os que fazem mais barulho, são os que ficam mais incomodado com o minimo de barulho dos outros.
Imagem de perfil

De M.J. a 20.03.2017 às 14:34

é incrivel não é?
da próxima vez já sabe: murraças na parede = "estou fazendo amor com outra pessoa!"
Sem imagem de perfil

De Sofia Marques a 20.03.2017 às 12:39

Ahahahahah :-D Muito bom!!!! Ahahahah
Imagem de perfil

De M.J. a 20.03.2017 às 14:34

é uma excelente música, não é?
Sem imagem de perfil

De Sofia Marques a 20.03.2017 às 15:39

Mesmo apropriada para a situação, não podias ter escolhido melhor ahahahah
Sem imagem de perfil

De Cristina a 20.03.2017 às 15:03

muito bom! ótimo relato! até se ouvia tudo!
Imagem de perfil

De M.J. a 22.03.2017 às 10:17

voltamos às turras onteontem. desta vez brindei-o com "chuva no telhado".
Sem imagem de perfil

De Joana B. a 20.03.2017 às 15:07

Muito bom :D

Tinha ao meu lado uma que se fartava de beber e se punha aos gritos sempre que jogava o benfica e com as janelas abertas, a subir a rua já a ouvíamos aos gritos, quanto mais ao lado.

Agora essa foi-se embora e tenho um por cima que pelo que nos apercebemos mora sozinho mas farta-se de andar de um lado para o outro durante todo o dia mas principalmente a partir das 23h até às 2 ou 3 da manhã. Faz-me confusão como é que uma pessoa está em casa e não se senta a ver tv ou a ler um livro está sempre de um lado para o outro e só há sossego quando sai de casa.

O que vale é que os novos vizinhos do lado são calminhos.
Imagem de perfil

De M.J. a 22.03.2017 às 10:18

credo mulher! é preciso azar.
Sem imagem de perfil

De Joana B. a 22.03.2017 às 14:40

é mesmo...
Sem imagem de perfil

De Ricardo_A a 21.03.2017 às 08:47

MJ, tu tens de fazer um esforço para descobrir o clube do teu vizinho. Não há nada melhor do que ele ser do Benfica e à hora do jogo meteres a música do Sporting em altos berros. Em loop, claro. Durante 90 minutos.
Imagem de perfil

De M.J. a 22.03.2017 às 10:18

bem visto, bem visto.
vou averiguar!!!!!
Sem imagem de perfil

De Joana B. a 22.03.2017 às 14:43

olha que boa ideia.

Comentar post