Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




vou a lisboa

por M.J., em 19.11.15

de alfa. o fabuloso comboio que não espera por ninguém. que vende águas e cafés. que tem net. que anda a duzentos quilómetros por hora. que te obriga a correr para a carruagem correspondente mesmo que estejas no lado oposto. e que se atrasa uma hora e três minutos numa manhã gelada depois de te levantares às sete da manhã. foda-se esta merda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:03


12 comentários

Sem imagem de perfil

De Sarabudja a 19.11.2015 às 10:30

Podia ser tão pior. Podias ir num regional e ter acontecido isso tudo, não teres internet, não comprares água ou café e parares em todos os apeadeiros.
Tenho um livro de auto ajuda e acho que ter o cabelo despenteado me aproxima de Xana Solnado, por isso também devo comunicar com o além.
Imagem de perfil

De M.J. a 20.11.2015 às 17:29

foda-se.
tu consegues ver sempre o lado positivo da coisa. :D
Sem imagem de perfil

De Sarabudja a 23.11.2015 às 15:41

Não, mas disfarço mesmo bem.
Imagem de perfil

De M.J. a 26.11.2015 às 16:07

bem mesmo.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 19.11.2015 às 11:10

Sério?
Nunca tive esse azar.
Imagem de perfil

De M.J. a 20.11.2015 às 17:30

sorte a tua,.
Sem imagem de perfil

De SP a 19.11.2015 às 12:09

Era pior se te tivesses levantado às 6h :P
Imagem de perfil

De M.J. a 20.11.2015 às 17:30

lá estão vocês com o era pior. também terei de te contar a história do morto e da cadeira de rodas?
Sem imagem de perfil

De SP a 20.11.2015 às 18:25

Conta lá, não conheço...
Imagem de perfil

De M.J. a 26.11.2015 às 16:09

já contei aí, não tem piada nenhuma, tendo em conta que usei o argumento do podia ser pior nos últimos dois dias, mas seja:
um homem morreu. perante a choradeira da esposa um outro homem disse-lhe: deixe lá, podia ser pior, imagine que tinha ficado numa cadeira de rodas.
nessa noite o homem que havia dito a aludida consolação cai e fica em cadeira de rodas. a mulher do falecido visita-lhe e diz-lhe, acreditando piamente no que diz: deixe lá, podia ser pior. imagine que tinha morrido...

Comentar post