Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




e é isto

por M.J., em 28.04.16

tenho gloriosos sonhos em que me vejo a abrir ao meio o cão-rato do vizinho, que ladra como se estivesse a ser capado só porque sim. ter um cão daqueles é mais ou menos como imagino o inferno e juro que não entendo, por mais que disseque o assunto (dissecava era mesmo o cão)quem é que pode querer ter um rato mascarado de cão, cheio de complexos de superioridade, a ladrar porque vê uma mosca e a atirar-se às pernas de toda a gente com ar de mau quando com uma calcadela era possível esborrachá-lo.

às vezes com instintos assassinos desejo muito que os donos o deixem à solta só para eu lhe poder mandar a patada que me anda entalada na garganta.

é sobretudo agradável ouvir aqueles latidos logo de manhãzinha, de forma ininterrupta, quando uma pessoa ainda nem acordou e sua excelência, dom rato fuinhas, se põe a ladrar com tamanha garra que todo o prédio é obrigado a ouvi-lo enquanto os papás dele (quase que juro que são pais biológicos. vejo ali certas parecenças nos traços do focinho) o levam à rua.

puta que pariu.

ontem ligaram-me a dizer que não iam ao casamento. começo a encolher os ombros a tudo ainda que aquilo me tenha apanhado a seco, enquanto mastigava um frango com laranja, uma vez que aquelas presenças estavam mais do que confirmadíssimas. tenho quase a certeza que os meus piores pesadelos se vão concretizar e no dia apareço só eu (até do noivo começo a ter dúvidas) e a mamã numa quinta preparada para cento e tal pessoas.

juro que se isso acontecer não saio de lá sem comer tudo. nem que para isso seja preciso barricar-me na casa de banho durante o resto da vida.

entendo que as pessoas não queiram ir. toda a gente sabe que sou uma bicho ruim e enfim, as coisas são como são. mas ficava muito mais contente se mo tivessem dito logo e não esperassem para dar-me a noticia duas semanas antes, enquanto rilho uma asa de frango.

podia ter ali morrido com um ossinho espetado na garganta. 

e se eu morresse como é que ia comer toda a comida para os cento e tal faltosos?

 

oh vai ver ali:

publicado às 10:52


3 comentários

Imagem de perfil

De Maria das Palavras a 28.04.2016 às 12:05

Eu só não vou se me acidentar no caminho...E aí peço já desculpa por não avisar com antecedência!
Imagem de perfil

De marrocoseodestino a 28.04.2016 às 13:17

Felizmente que acabei de almoçar polvo e não comi nada com ossos. Sim podia ter engolido algum sem me aperceber e agora de tanto rir o gajo subir e ficar atravessado na goela.
Tu matas-me de tanto rir.
Sem imagem de perfil

De Joana B. a 28.04.2016 às 16:28

Se quiseres eu vou ajudar-te a comer, principalmente o leitão

Comentar post



foto do autor



e agora dá aqui uma olhada