Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Untitled design (1).png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

oh vai ver ali:

publicado às 11:05


39 comentários

Imagem de perfil

De Novembro a 05.01.2017 às 11:40

Impossível fazer essa escolha.
Os gatos fascinam-me, para além da sua beleza felina, a sua independência, teimosia de fazerem o que querem e quando querem. São sempre muito brincalhões e cómicos nas suas brincadeiras. Não se deixam dominar, temos de os conquistar.
Os cães estabelecem uma dedicação e companheirismo inigualável para com os seus donos.
Considero ambos meigos e companheiros.
Por questões de tempo e pelo facto de viver num pequeno apartamento tenho um gato. Mas se tivesse possibilidades teria 2 gatos e 1 cão.
Imagem de perfil

De M.J. a 05.01.2017 às 12:06

a mamã tem dois gatos, na aldeia, proibidos de entrar em casa mas reis do quintal. no natal percebi que estão os dois doentes: obesos! obesos. os gatos têm mais de largura que altura. um deles, um dia destes tentou subir uma árvore e caiu com o peso.
gatos do campo, sem restrições, obesos.
achei relevante partilhar.
Imagem de perfil

De Novembro a 05.01.2017 às 12:17

Normalmente os gatos de casa é que costumam engordar assim. São uns comilões, os teus bichanos.
O meu gato tem sempre a taça cheia de comida, não raciono a sua alimentação. No Inverno come mais e engorda um pouco, nada de excessivo. No Verão emagrece sempre.
O ideal mesmo, é poder ter os bichanos em liberdade são certamente mais felizes, apesar de expostos a mais perigos.
Nem quero imaginar o 'gatão' a cair da árvore, coitado do bichano.
Imagem de perfil

De M.J. a 05.01.2017 às 12:18

mesmo pbeso caiu em pé ;)
Imagem de perfil

De VeraPinto a 05.01.2017 às 11:43

Obviamente que a opção é gatos, mas essa foto não favorece nada o bicho, e por isso estou derretida com o jeco (cão, aqui no Norte).
Imagem de perfil

De M.J. a 05.01.2017 às 12:06

não digas isso do gato. imagina que ele vem aqui ler?!
Imagem de perfil

De Maria a 05.01.2017 às 12:03

Cão! Sou clara e assumidamente uma dog's persone!
Adoro a interação que têm connosco e a capacidade de ser tão parvalhões que, por muito mal que estejamos, ños conseguem aquecer o coração e arrancar sempre um sorriso!
Imagem de perfil

De M.J. a 05.01.2017 às 12:08

estou apaixonada por um cão da minha rua. é o cão mais cool que já encontrei e sempre que o encontro em passeio tenho vontade de rir porque caminha com o ar de ser o dono daquilo tudo. se vestisse calças estariam sempre meias descaídas e usaria palavras como "bué", "mano" e "puto".
Imagem de perfil

De Maria a 05.01.2017 às 13:41

AHAHAHHA, maravilhoso!! :D
Imagem de perfil

De Quarentona a 05.01.2017 às 12:18

Os gatos fascinam-me pela elegância e sofisticação e por serem imprevisíveis tornando-os num permanente desafio. Os cães são apenas uns "gajos porreiros" :)))))
Imagem de perfil

De M.J. a 05.01.2017 às 12:20

os gatos não têm donos: dão-nos o privilégio de os podermos alimentar, dar festinhas, uma casa quente em troca da elegância dos mesmos (apesar de alguns serem obesos). pensar que são nossos é uma falácia: nós é que somos deles.
os cães são isso mesmo: gajos porreiros (quando não são demasiado carentes. conheço um que é o mais porreiro que já encontrei - falei dele num dos comentários).
Sem imagem de perfil

De Olívia a 05.01.2017 às 12:19

Gata.
Sim, fêmea. São mais limpinhas que os machos como bem se sabe.
Os gatos são independentes, a minha fica em casa sozinha por três dias sem se chatear nada (uma pessoa gosta de passear e os animais podem ser uma preocupação), basta comida, muita água e areia.
Não é preciso levar à rua, nem fazer festas a toda a hora.
Imagem de perfil

De M.J. a 05.01.2017 às 12:21

eu acho que, mesmo assim, sou uma pessoa de cães. mas só porque o meu feitio e o dos gatos entra em conflito :D
Sem imagem de perfil

De Olívia a 05.01.2017 às 12:22

A vantagem é se ignorares um gato ele está a borrifar-se para ti e vice versa!

(eu gosto de cães, mas dão muito trabalho)
Sem imagem de perfil

De Ricardo_A a 05.01.2017 às 12:37

Nenhum. Para mim animais só no prato e estes (acho que) nunca provei, nem tenho intenções de provar.

(tem de aparecer sempre um mete nojo nos comentários para que as pessoas possam dar largas aos seus insultos)
Imagem de perfil

De M.J. a 05.01.2017 às 12:52

nenhum de estimação? nem um?
Sem imagem de perfil

De Ricardo_A a 06.01.2017 às 22:10

nada. a não ser que uma tartaruga de madeira se qualifique :)
Imagem de perfil

De Lady a 05.01.2017 às 12:43

Gosto de gatos, mas não resisto ao Cãozinho , tenho 2 . Marina
Imagem de perfil

De Lady a 05.01.2017 às 14:25

Do meus? O Rex e a Boneca :). Marina
Sem imagem de perfil

De Sofia Marques a 05.01.2017 às 12:43

Eu gosto muito de cães, ao longe!!!

Sempre disse que era uma pessoa de gatos e fui assim até ao dia 25 de Setembro de 2016 quando a minha gata se passou e atacou sem razão o meu filho e a mim. Pura e simplesmente deu um salto da minha cama, passou por mim e atirou-se ao bebé que estava no outro lado do quarto. A mim atacou-me porque, como é óbvio, fui separa-los e levei por tabela como se costuma dizer.

Portanto neste momento, não escolho nenhum!!

Fico-me pela tartaruga :-)
Imagem de perfil

De M.J. a 05.01.2017 às 12:53

posso perguntar o que aconteceu à gata, em consequência?
(deve ter sido ciúmes)
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.01.2017 às 13:24

A gata era ninja e pensou que as fraldas do bebé eram as fraldas de um lutador de sumô. Conflitos entre artes marciais.
A mamã era apenas um daqueles minorcas que acham que aguentam "na boa" com os dois.
Sem imagem de perfil

De Sofia Marques a 05.01.2017 às 14:09

Gaffe, só você para me fazer rir Lol É que por acaso eu sou baixinha e pensava mesmo que dava conta dos dois ahahah
Imagem de perfil

De M.J. a 05.01.2017 às 14:21

ahahahahahahahahahahahaha

só tu.
Sem imagem de perfil

De Sofia Marques a 05.01.2017 às 14:03

A Cutty era muito pegada a mim e demorou muito tempo a aceitar o bebé mas já brincavam e ela até já dormia aos pezinhos dele quando ele estava no sofá. Coincidência ou não, o Gabriel tinha começado a andar no dia anterior. Não sei se ela viu nele uma ameaça por isso ou não e com ciúmes, aconteceu o que aconteceu.

Nessa mesma noite ela foi para casa da minha sogra que no dia a seguir deu-a ao tio que tem uma quinta.

Chorei (ainda choro) baba a ranho pois sinto a falta dela mas não consegui mantê-la em casa :-( Iria estar sempre com medo que acontecesse outra vez...
Imagem de perfil

De M.J. a 05.01.2017 às 14:22

entendo. o medo do "e se" é dificil de gerir sobretudo quando há um bebé indefeso e um animal irracional.
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.01.2017 às 13:19

Vou ser muito budista.

"Todo o homens deve ter um cão para o adorar e um gato que o despreze".

Já sabes qual é a minha opção.
Imagem de perfil

De Quarentona a 06.01.2017 às 01:01

Também eu :))))
(Uma pena o Sapo não colocar botões "favorito" nos comentários...)
Sem imagem de perfil

De Cristina a 05.01.2017 às 15:59

pode ser uma 3a opção?
assim um bichinho de prata?
é que o soalho é antigo e o animal já se lhe acostumou.
Imagem de perfil

De M.J. a 06.01.2017 às 10:40

pode pois.

Comentar post


Pág. 1/2



foto do autor