Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




leituras 2020 | #os mais ou menos

por M.J., em 28.09.20

li muito menos do que queria este ano, pelo menos até agora.

mas li: nos intervalos da vida. na esplanada cá de casa; no sofá enquanto o miúdo brinca com legos; nos momentos em que o medo do covid não me assoberbou.

[estranhamento não li grande coisa na altura do confinamento, mesmo tendo tempo para o efeito. passei pelos dias como numa espécie de névoa sem qualquer paciência para ler, para viajar em vidas que não eram minhas.]

 

de modos que até agora li 20 livros.

não vou enumerá-los aqui, muito perfiladinhos, porque não serve de grande coisa.

mas criei algumas categorias que podem ser úteis para vós:

 

começo pelos mais ou menos:

1. categoria "um é ótimo, dois até se gosta, 3 tolera-se mas ao quarto já não se atura!"

51034552._SX318_SY475_.jpg

"a menina que roubava morangos".

é, pois é. "chocolate" é um dos livros da minha vida. "sapatos de rebuçado" - o livro seguinte - lê-se bem porque as personagens continuam ali, como as conhecemos e o desenvolvimento da história faz sentido. com "o aroma das especiarias" começamos a pensar que, se calhar já chega, afinal, e que a autora devia parar de esmiuçar a galinha dos ovos de ouro. mas cum mil demónios! este último da ladra e dos morangos mata-me:

uma história recambolesca que dá cabo das personagens como as conhecemos. coisas dentro de coisas. uma escrita desleixada, apressada e que nos faz querer que rapidamente acabe.

não é péssimo (e se eu li péssimos!) mas joanne, querida, se me estás a ler: chega! não dês cabo da vianne, passa para outra, mantém-lhe a dignidade que resta. 

 

2. categoria "ai eu li isto? nem me lembrava".

13418927.jpg

gosto muito de philippa gregory. o livro "duas irmãs, um rei" é simplesmente um dos meus favoritos mas "a senhora dos rios" passou-me ao lado.

li porque comecei, porque tinha tempo na altura, porque, já agora, queria saber como acabava.

acontece que, na verdade, li até ao fim mas não só não lembro do fim, como nem recordo do início.

 

3. categoria "ah, afinal o filme é fiel?"

32711036._SY475_.jpg

"mulherzinhas" foi um dos livros que mais li e reli até porque, na minha infância, era absolutamente fanática pelo livro e pela Jo.

quando vi o filme, há uns anos (o de 1994, com a Winona Ryder) pensei que os guionistas tinham simplesmente enlouquecido e ultrapassado os limites:

  • a Jo casa-se com um fulano qualquer que não é o Laurie?
  • o Laurie casa-se com a Amy?
  • mas pior... a Beth morre?

é que, pasmem, eu não sabia da continuação do livro.

achava que a minha edição da Europa América era filha única e que a autora não tinha decidido dar-me cabo da história.

deu.

preferia quando o mundo não tinha esta continuação :)

WatchfulAnxiousAmericanbulldog-size_restricted.gif

 

ainda esta semana regresso para os bons do ano. 

e por esse lado? como estamos de leituras? 

 

 

publicado às 10:00


1 comentário

Imagem de perfil

De imsilva a 28.09.2020 às 11:22

Curiosamente hoje publiquei "Há livros assim". Há muito que não me acontecia ler livros que poderiam não ter sido lidos, que ficaria na mesma. Alguns até foram bastante forçados, mas...há livros assim.

Comentar post



foto do autor



e agora dá aqui uma olhada