Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




basta olhar com os olhos bem cheios de luz, aquela foto no álbum de casamento - que ainda não veio - da seita do arroz em peso, a sorrir ao vento numa tarde de sonhos. 

na minha tarde de sonhos.

 

que interessam letras pesadas quandas as palavras constroem ligações de vidas em pedaços de eternidade?

publicado às 12:26


7 comentários

Imagem de perfil

De Gaffe a 12.07.2016 às 13:33

É tão estranho e tão bom sabermos que são apenas fios de luz o que nos une a essa eternidade quando, de repente e inconscientes, olhamos a imensidão negra e suja, enlameada e demente, que mesmo em baixo lateja a decompor-se!
Imagem de perfil

De M.J. a 12.07.2016 às 14:11

faço um esforço para fechar os olhos à sujice, nojice e demência a decompor-se. quando dei por mim a perder mais tempo a chafurdar na podridão do que nas palavras que me fazem sorrir assustei-me.
recuso-me a abrir sacos de vísceras de peixe ao sol durante quinze dias. os odores que saem de lá terão a capacidade de intoxicar.

prefiro os fios de luz que me unem a sardinheiras e girassóis.
Imagem de perfil

De Gaffe a 12.07.2016 às 14:17

Amarram, atam e dão nós.
Pela primeira vez no Universo, sardinheiras e girassóis ganham perfume!
:)))
Imagem de perfil

De M.J. a 12.07.2016 às 14:19

gosto.
muito.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 12.07.2016 às 13:39

é uma das minhas fotos preferidas, confesso :D e que te anime sempre
Imagem de perfil

De M.J. a 12.07.2016 às 14:11

é magnifica.

Comentar post



foto do autor



e agora dá aqui uma olhada