Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




queixas

por M.J., em 23.09.19

é o segundo fim de semana em que me apetece colocar em posição fetal e dormir.

já nem quero saber:

escrevo sobre o assunto porque é este calo que me incomoda. juro. o puto ficou doente. é visível. não falo de outra coisa. pudera: não faço outra coisa. sua excelência sai à mãe e ninguém o atura doente. é um choro por tudo e um  par de cocós. às tantas sou eu que tenho vontade de chorar mais alto do que ele quando lhe limpo o nariz, os olhos e tento que ele coma.

rais parta: se ao menos eu perdesse também o apetite ainda ganhávamos alguma coisa com isso. mas nada. nicles batatóides (fritinhas, de preferência). 

 

dormir que é bom tá quedo.

dormi tanto estas duas noites como quando o pari. às tantas já via tudo azul que é a cor que me ocorre aos olhos quando começo a não aguentar mais. almoçamos em casa da mamã no domingo mas não lembro uma palavrinha do que foi dito. nem sequer se o assado estava bom. ou se as castanhas eram saborosas. na minha mente só uma coisa: cama, por favor.

no sábado, já a morrer, deixei-o ao paizinho e com a desculpa de ir comprar benuron em supositórios andei 50 quilómetros de carro, debaixo da chuva a praguejar baixinho. não lucrei nada com isso. enervei-me no trânsito - o pessoal desaprende a conduzir com chuva - e quando cheguei a casa o puto tinha dormido o tempo todo pelo que a fava quente a seguir saiu-me a mim outra vez. 

cum mil demónios, caramba.

 

não nasci para isto.

se for ver bem não nasci para nada. talvez para dormir, comer e queixar-me. desafio qualquer uma  superar-me nisso. pago um jantar se alguém ganhar.

vá, andem, digam, desabafem, avancem com as vossas queixas: ganho-vos com uma perna às costas. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00



foto do autor