Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




sapatos

por M.J., em 06.09.17

depois de alguns anos a usar muito frequentemente saltos, deixei-me disso e uso só coisinhas rasas.

adoptei os ténis da rockport como calçado diário concluindo que a vida já tem instabilidade suficiente para ter ainda de passar pelas calçadas dos dias num periclitante equilíbrio. a prioridade é caminhar em termos, em vez de me empoleirar em saltos que nadinha têm  a ver comigo.

 

acontece que (em todas as histórias há um acontece que vírgula ou ponto) no domingo fui a um casamento e não pude - ainda que pudesse que o convite não mencionava sapatagem obrigatória - usar os ténis que me fazem companhia aos dias.

logo, saquei de uns sapatos, escondidos no fundo da sapateira e percebi que enfim, estariam em condições para o evento mesmo nos critérios da mamã que me diz, perante o meu desalinho fora de horas, que há um mínimo para tudo e não tenho idade para calçar coisas que escolhi aos 14.

assim seja, pensei num brinde à vida e à roupa da ocasião, e pus-me a caminho, empiriquitada e perfumada, pezinhos bonitos e ancas levantadas. 

 

the end?

não.

no final do casamento, convivência e comida, fotografias e bolo, fogo de artificio e conversas de circunstância, piadinhas e camarão, caminhada para aqui e para ali, soube, muito claramente, que se desse mais dois passos perdia pés e sapatos e era a convidada que passava por aguentar mal a bebida, quando em causa estavam uns saltos desapropriados a pés serranos.

 

na segunda, quando me levantei grogue de sono, percebi que não sabia caminhar.

e hoje tenho ainda os pés pisados do tempo em que respeitei a sapiência da mamã dos mínimos razoáveis.

há um mínimo para tudo, pois claro.

sobretudo um mínimo de respeito por uns pés cansados.

 

no próximo sábado vou a bodas de ouro formais e chiques a valer - isto sem qualquer ironia desnecessária - de circunstância e necessidade de fazer boa figura, com os pés nas orelhas, a servir de brincos. 

ou isso ou torço um, na desculpa para usar chinelos.

de dedo

sem unhas pintadas.

 

não nasci de todo para ser chique.

alguém que sofra do mesmo mal?

oh vai ver ali:

publicado às 10:00


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Carmen Pereira a 06.09.2017 às 10:08

Eu........eu!!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.09.2017 às 10:12

"Chique a valer" - tão Dâmaso Salcede :D
Sem imagem de perfil

De Teresa Almeida a 06.09.2017 às 11:14

Também eu, até pelo menos ao meio século, nem sabia andar em sapatos rasos.Depois de ficar em casa comecei a habituar-me que chinelinhos/pantufas de salto alto não dão jeito nenhum...
Mas desde que há três anos andei «enrolada» com o carro e tive mesmo de baixar o nível do sapato, quando tenho de fazer boa figura ando uma semana a amaldiçoar o salto.

Imagem de perfil

De Sofia Black a 06.09.2017 às 11:33

Euzinha.
Detesto salto alto. Primeiro porque já sou alta e com saltos sinto-me desproporcionada relativamente à altura média das mulheres portuguesas e principalmente porque devo ter um problema que não identifiquei ainda, que não me permite aguentar esses sapatos mais de 1 hora.
E quando me doem os pês, deixo de pensar.
Viva as sabrinas e os ténis.
Sem imagem de perfil

De Azulmar a 06.09.2017 às 11:54

Eu. Há anos que recuso usar saltos altos, a bem das minhas pernas e pés. Em casamentos e batizados a solução que encontrei é a boa da sabrina. Gostam, gostam, não gostam, temos pena.
Imagem de perfil

De Just_Smile a 06.09.2017 às 12:27

MEEEEEEEEEE!!!
Ao contrário de ti nunca usei sapatos de salto alto, a não ser quando me transformei em adulta e aos 21 anos usei para um casamento. Desde aí que sapatos altos continuam a ser coisa de casamentos e festas formais, aliás, com jeitinho até conto pelos dedos das duas mãos as vezes que usei saltos altos. Fico mal da circulação das pernas, os dedos ficam todos doridos dos saltos, apesar de conseguir andar em cima daquela coisa.
O truque? Levo sempre sabrinas num saquinho para depois da cerimónia, fotografias e não sei que mais as calçar :P Salvação bendita!
Imagem de perfil

De Happy a 06.09.2017 às 17:29

Eu!!
Nunca fui muito de salto alto, diria antes médio, estável, nada de stilettos.
Mas ultimamente tenho andado a comprar no arcopédico, que tem uns sapatinhos compostinhos, mas de velha... a sério - não castigo mais os pés!
Imagem de perfil

De Margarida a 08.09.2017 às 09:54

Eu! Fico com dores só de pensar nos saltos...

Comentar post



foto do autor



e agora dá aqui uma olhada